Moradora de Sarandi achou na Fundef de Lajeado o apoio que precisava

"Quando me contaram que minha filha nasceria com lábio leporino, entrei em pânico", relata Oiara de Matos Alves


0
Foto: Joel Alves

Moradora da cidade de Sarandi, no norte do Estado, Oiara de Matos Alves (38) tinha dois filhos quando ficou grávida da Isadora. Aos cinco meses de gestação, em um exame de rotina, Oiara ouviu do médico que sua filha nasceria com lábio leporino e fenda palatina. “Quando me contaram que minha filha nasceria com lábio leporino, entrei em pânico”, diz ela.


OUÇA A REPORTAGEM 


Apesar de Oiara ficar muito assustada com a notícia, seu marido reagiu muito bem e tentava ver a situação de modo positivo. “Meu marido foi muito calmo o tempo todo e sempre conseguia ver a situação de um modo positivo”, relembra Oiara.

Já durante a gestação, Oiara e a família começaram a receber orientações de como lidar com alguém com lábio leporino e fenda palatina.

O que é lábio leporino e fenda palatina?

O lábio leporino é uma separação do lábio superior, normalmente logo abaixo do nariz. A fenda palatina é uma abertura na parte superior do céu boca (o palato) que causa uma abertura anômala para dentro do nariz.

O lábio leporino e a fenda palatina frequentemente ocorrem ao mesmo tempo.

Orientados pela equipe médica da cidade de Sarandi, Oriara e o marido procuraram a Fundef (Fundação para a Reabilitação das Deformidades Crânio-faciais) de Lajeado. “Foi aqui que encontramos o apoio que tanto procurávamos. E sei pela Fundef que minha filha poderá ter uma vida normal”, fala emocionada Oiara.

Isadora, de nove meses, passou por uma cirurgia e deve em breve fazer mais uma. Atualmente, a família vem para Lajeado uma vez por mês, mas já chegou a vir uma vez por semana. “Para virmos para Lajeado saímos de Sarandi às 3h, e voltamos no final do dia, mas faço qualquer coisa pela Isadora”, diz orgulhosa Oiara de Matos Alves.

Texto: Joel Alves

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui