Moradora do Bairro Santo Antônio alega violência excessiva policial

“Pegaram meu filho, que é deficiente e jogaram na cama, uma vergonha”, relata Maira Correia Taca de Freitas.


2

Maira Correia Taca de Freitas (38), moradora da Rua Giuseppe Garibaldi, no Bairro Santo Antônio em Lajeado, diz que foi agredida por policiais da Brigada Militar na tarde desta terça-feira (26), por volta das 17h.

OUÇA A REPORTAGEM

 

Segundo Maira, os policiais estavam perseguindo seu sobrinho. Conforme a Brigada Militar, o jovem estava empinando a moto e após perseguição entrou no pátio da casa de Maira, sua tia.

Sem saber do que se tratava, Maira pediu esclarecimentos da situação, aos policiais, que segundo ela, não deram atenção e ainda lhe agrediram no rosto e dispararam tiros com bala de borracha em sua direção. “Pegaram meu filho, que é deficiente e jogaram na cama, uma vergonha”, relata Maira. “Os policiais excederam-se na abordagem”, diz.


2 Comentários

  1. Quando vai acabar esse violencia policial em lajeado….meus deus…..a força tatica é truculenta. Violenta e despreparada para lidar com A populaçao….eles batem humilham torturam e nada é feito ….eles acham que sao a lei….mas apenas representam ela na rua e numa pessima qualidade de serviço…covardes despreparados

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui