Moradora há 15 anos do Bairro Moinhos D’ Água é favorável a criação do Bairro Jardim Botânico

Conforme ela, há uma divisão no bairro, que desfavorece quem vive nas imediações do Jardim Botânico


1
Marlise Muller mora há 15 anos no Bairro Moinhos D’ Água, nas imediações do Jardim Botânico, em Lajeado (Foto: Caroline Silva)

Marlise Muller mora há 15 anos no Bairro Moinhos D’ Água, nas imediações do Jardim Botânico, em Lajeado. Ela é uma das pessoas favoráveis a criação do Bairro Jardim Botânico, proposto pelo presidente da Câmara de Vereadores Deolí Graff (PP) e do vereador Eder Spohr (MDB).

A moradora participou da Audiência Pública que ocorreu nesta quarta-feira (25) para ouvir a comunidade a respeito da proposta. Ela fala que com a criação do novo bairro é possível ir em busca de melhorias naquela região. “Queremos ter uma associação de moradores e dessa forma  solicitamos uma pista de skate, brinquedos e uma área de lazer”, conta.

Conforme Marlise, o Bairro Moinhos D’ Água, por ser muito extenso, divide os moradores. “Nosso bairro é muito grande e nós acabamos ficando afastados. Nós não temos esses benefícios”, relata.

A área do novo bairro está situada no entorno do Jardim Botânico de Lajeado (Foto: Caroline Silva)

O presidente da Câmara diz que os moradores que participaram da reunião demonstraram ser totalmente favoráveis à criação do bairro. “As pessoas presentes salientaram que será importante a criação do novo bairro porque hoje aquela população está desistida com atividades de lazer e comunitárias. Elas se mostraram favoráveis com a criação de uma associação de moradores para reivindicar essas questões”, conta.

Graff explica que agora deve ser concluída a redação do Projeto de Lei. “A próxima etapa é concluir a redação do projeto para ser encaminhado para a Câmara de Vereadores para que seja apreciado pelo plenário, obedecendo as etapas próprias do Poder Legislativo”, contextualiza.

A área do novo bairro está situada no entorno do Jardim Botânico de Lajeado, configurando os limites, de um lado o Arroio Saraquá, de outro a Avenida Ipê, no outro extremo a BR 386 e do outro lado as ruas 1º de Maio, João Valentim Gabriel, Rua Edmundo Odilo, Rua Arlindo Brietzke e Rua Felipe Schneider.

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

 

1 comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui