Moradores de municípios da Serra do RS são removidos de casa após fissura em barragem

O imóvel mais próximo fica a cerca de 43 km da barragem, no interior de Caxias do Sul.


0
Foto: divulgação

Moradores das margens do Rio das Antas em cinco cidades da serra gaúcha serão temporariamente removidos para o conserto de uma fissura na barragem Passo do Meio, em São Francisco de Paula. O imóvel mais próximo fica a cerca de 43 km da barragem, no interior de Caxias do Sul, e os moradores de 20 propriedades devem ficar fora de casa cerca de 20 dias, que é o tempo previsto para o conserto da fissura. A maioria das casas que estão as margens do rio são de lazer ou estão desocupadas.

A empresa Energética Campos de Cima da Serra afirma que não há risco de ruptura, mas por prevenção foi decidido, junto com os órgãos estaduais, acionar o plano de emergência da barragem. A hidrelétrica Passo do Meio fica entre São Francisco e Bom Jesus. Para o conserto, a empresa precisou reduzir o nível de água na barragem e foi feita a abertura de um canal de desvio do Rio das Antas. Abaixo da hidrelétrica há duas barragens de contenção de água.

“É uma questão controlada, de risco mínimo, porém enquanto tiver o risco e a situação de emergência, que as pessoas não frequentem essas localidades. Muitas vezes as pessoas vão esporadicamente, têm uma casa de veraneio, de final de semana, ou utilizam para um passeio e estarão se colocando em risco. Então a ideia é minimizar e eliminar o risco”, afirmou o tenente coronel da Defesa Civil, Sandro Carlos Gonçalves da Silva.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui