Moraes prorroga inquéritos sobre milícia digital e suposta interferência de Bolsonaro na PF

Apuração sobre 'milícia' que tentava atentar contra democracia também envolve aliados do governo


0

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes decidiu nesta segunda-feira (11) prorrogar, por 90 dias, dois inquéritos relacionados ao presidente Jair Bolsonaro e a seus aliados. Relator dos dois casos, Moraes deu prazo extra às investigações:

– sobre suposta interferência política de Bolsonaro no comando da Polícia Federal;

– sobre uma suposta milícia digital que teria atuado contra a democracia e o Estado democrático de direito.

As duas investigações estão a cargo da Polícia Federal. No caso da ‘milícia digital’, a delegada Denisse Dias Rosas Ribeiro já havia pedido a prorrogação ao STF na última semana. No inquérito sobre a suposta interferência presidencial na PF, Moraes já havia determinado na última quinta (7) que a corporação tomasse o depoimento de Jair Bolsonaro em até um mês. Essa deve ser uma das últimas diligências realizadas pelos policiais na investigação.

Fonte: G1


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui