Morre o prefeito de Encantado, Adroaldo Conzatti

Após complicações por batida na cabeça, ele faleceu aos 81 no Hospital Bruno Born no fim da tarde desta sexta-feira


0
Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação

O prefeito de Encantado, Adrolado Conzatti (PSDB), faleceu às 18h25 desta sexta-feira (19), no Hospital Bruno Born, em Lajeado. A informação foi dada pelo seu filho, Gilson Conzatti em vídeo publicado na sua página no Facebook. Desde a última madrugada Conzatti estava em coma, devido a um novo sangramento na cabeça que dessa vez atingiu o cérebro. Na emotiva publicação feita ainda pela manhã, seu filho afirmava que “só um milagre poderia reverter essa situação”.

Assista o vídeo 

No dia 8 de março, o prefeito teve sintomas de Covid-19 e se isolou em casa. Alguns dias depois foi internado no Hospital Santa Terezinha, de Encantado. Após sofrer uma queda e ter batido a cabeça, foi encaminhado ao Hospital Bruno Born, de Lajeado, onde passou por duas intervenções cirúrgicas, que não resolveram o problema.

Foto: Conzatti estava em seu quarto mandado como prefeito de Encantado (Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação)

Conzatti estava em seu quarto mandado como prefeito de Encantado. Já havia exercido o cargo de 1983 a 1988 e de 1993 a 1996. Em 2017 foi eleito pela terceira vez e agora, estava em seu terceiro mês do quarto mandato. Conzatti também foi duas vezes vereador de Encantado (1973/1976 e 2013/2016).

No governo estadual, ele exerceu a função de presidente da Companhia de Habilitação do Estado (COHAB/RS), em 1987 na gestão de Pedro Simon e de 2003 a 2006 foi diretor do Departamento Autônomo de Estradas e Redagens (Daer), na gestão do governador Germano Rigotto. Nos anos de 2002 e 2006 concorreu a deputado federal, ficando na suplência.

O vice-prefeito Jonas Calvi (PSDB), que já vinha ocupando a função de prefeitos desde o afastamento de Conzatti, permanecerá à frente do executivo encantadense. Calvi decretou luto oficial de três dias na cidade.

Atos fúnebres

O velório de Conzatti será no hall do Centro Administrativo, a partir das 8h deste sábado, com acesso controlado das pessoas pela Rua Monsenhor Scalabrini.

A cerimônia vai seguir os protocolos de sanitários. Será obrigatório o uso de máscaras. Álcool gel estará à disposição. O encerramento está previsto para o meio-dia.

Para evitar aglomerações no velório, as pessoas poderão acompanhar a passagem do corpo de Conzatti de suas casas.

Percurso em caminhão de bombeiros

Depois do velório, o caminhão do corpo de bombeiros vai percorrer as ruas de Encantado com o corpo de Adroaldo Conzatti.

Confira o roteiro:

➡️ Sai da Prefeitura
➡️ Rua João Sana (Caminhodromo)
➡️ Direção Bairro Planalto pela Avenida Antônio de Conto
➡️ Rua Alegrete (Nova Morada)
➡️ CEOPE
➡️ Jardim do Trabalhador
➡️ Lambari (Cristo)
➡️ Parque
➡️ Santo Antão
➡️ Centro/Rua Júlio de Castilhos
➡️ Padre Anchieta
➡️ Rota do Desenvolvimento/Pórtico
➡️ Nossa Senhora Aparecida/AME
➡️ Navegantes
➡️ UTI
➡️ Cemitério São Pedro

Biografia de Adroaldo Conzatti 

Adroaldo Conzatti, 81 anos, nasceu em Roca Sales no dia 5 de março de 1940.
Na juventude, morava na Linha Bento Gonçalves, em Roca Sales, e diariamente atravessava o Rio Taquari de caíque para estudar no Colégio Madre Margarida em Encantado.

Vida profissional 

A partir dos 17 anos adotou e foi adotado por Encantado, onde trabalhou em empresas como Frigorífico Costi, Carlos Giordani, teve sociedade com Decio Bergamaschi e, em 1971, instalou seu próprio negócio, o Escritório Contábil Conzatti, empresa na qual foi o gestor da linha administrativa.

Liderou a expansão do Conzatti Contabilidade com a instalação de escritórios em 16 municípios situados na região dos Vales e Grande Porto Alegre, prestando assistência técnica contábil a mais de 1500 empresas e empresários do Estado.
Seu espírito empreendedor ainda o levou a fundar a Imobiliária Conzatti, responsável por urbanizar mais de dez mil lotes e alavancar o crescimento do município.

Vida pessoal 

Do casamento com René Terezinha Franciosi teve três filhos: Rogério, Luiz Henrique e Gilson.

Vida política 

Sua carreira política teve início em 1968, quando foi indicado a vereador pelo Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), mas razões profissionais o impediram de lançar sua candidatura, oportunidade em que indicou para o seu lugar o próprio pai, Luiz Conzatti, que foi eleito vereador.

Já em 1972, foi o mais votado da legenda para a Câmara de Vereadores. Em 1976 disputou o cargo de prefeito e, em 1978, concorreu a deputado estadual.

Primeiro  mandato como prefeito

Em 1982, Conzatti foi eleito prefeito de Encantado, quando dedicou a maior parte de seu esforço político no desenvolvimento comunitário, época em que Encantado tinha como distritos os hoje municípios de Relvado e Doutor Ricardo.

Conzatti atuou forte em prol das famílias mais humildes, no apoio às comunidades do interior, na construção de casas populares, de pavilhões comunitários e na pavimentação de calçamentos em todas as regiões do município.

No governo do Estado

O trabalho alcançou proporções que ultrapassaram os limites do município, já que o então governador, Pedro Simon, em março de 1987, o convidou para exercer o cargo de diretor-presidente da Companhia de Habilitação do Estado (COHAB/RS).

Segundo mandato como prefeito

Em suas gestões como prefeito – 1983/1988 e 1993/1996 – triplicou a pavimentação no município, auxiliou na construção de parte do Hospital Santa Terezinha, construiu o Centro Administrativo Municipal, revitalizou o Bairro Navegantes com o Projeto Novo Navegantes, transformando o local em um bairro digno.

Idealizou os projetos habitacionais Jardim do Trabalhador, Nova Morada e Barra do Guaporé e construiu com a comunidade 15 ginásios de esportes na sede e no interior do município. Na educação investiu na melhoria das escolas, com aumento no número de vagas, aplicações em infraestrutura, merenda, material e professores. Inovou ao criar a primeira escola de turno integral.

Construiu escolas e creches. Instalou redes elétricas em todo o interior do município, criou a secretaria municipal do Turismo e Indústria e Comércio, criou a Suinofest, o Canto Lagoa e a Settimana Dell’Imigrazione Italiana.

Suplente de Deputado Estadual

Nos anos de 2002 e 2006 concorreu a deputado federal, ficando na suplência.

No governo do Estado

De 2003 a 2006 foi convidado pelo governador Germano Rigotto para assumir a diretoria Administrativa do Daer.

Segundo mandato como vereador

Em 2012 foi eleito o vereador mais votado e, como no mandato anterior (1973/1976), atuou com destaque nas ações de desenvolvimento do município, questões orçamentárias, cumprindo suas funções de legislar e fiscalizar, com destaque para o Projeto Água da Chuva, o qual previa um reservatório para armazenar água da chuva em todas as edificações, e o Projeto Asfalto Comunitário, que contempla asfaltamentos no interior. Também criou a Associação de Desenvolvimento Comunitário de Encantado, entidade que percorria as localidades para registrar as demandas dos moradores.

Liderança comunitária

Como membro ativo da comunidade, liderou diversas diretorias de entidades. Foi presidente do Esporte Clube Encantado, que na década de 1980 construiu a sua nova sede, e por três oportunidades brindou a comunidade regional com a presença do Trianon, uma seleção de craques que jogou no Estádio das Cabriúvas, com a presença do meio-campo da seleção brasileira da época, Zico, Falcão e Carpegiani.

Mais dois mandatos como prefeito 

Entre 2017/2020, Conzatti assumiu o terceiro mandato como prefeito. Nesse governo, ele desenvolveu projetos na área de infraestrutura, entre eles, o calçamento de quase todas as ruas da cidade, a pavimentação asfáltica das principais vias urbanas, a construção do pórtico de acesso, a Rota do Desenvolvimento, além do início da execução do Asfalto Comunitário, com a pavimentação do primeiro trecho no interior. Também idealizou o Centro de Operações Encantado (Ceope), uma moderna e grandiosa estrutura que abriga a secretaria de Obras e o parque de máquinas.

Na saúde, não mediu esforços para trazer a UTI ao Hospital Santa Terezinha e dar início ao atendimento do Centro Especializado de Reabilitação –CER. Na educação, colocou como meta transformar Encantado na Cidade do Saber e, por isso, criou a Escola de Formação Permanente de Professores. Na agricultura, apoiou a implantação dos condomínios avícolas da cooperativa Dália Alimentos e, no turismo, foi o grande incentivador da construção do Cristo Protetor de Encantado.

Em 2021, aos 80 anos, assumiu o quarto mandato (2021/2024), com a missão de dar sequência às ações já iniciadas, além de implantar novos projetos, entre eles, a iluminação das rodovias 129/130, a construção da passarela metálica na Ponte do Rio Guaporé, a implantação do Programa Agrodigital, que levará internet para o interior, a pavimentação dos acessos a propriedades rurais, a revitalização da Lagoa da Garibaldi e do Parque João Batista Marchese, a instalação do Gabinete da Tecnologia e Inovação e a continuidade do Asfalto Comunitário nas demais localidades.

O jeito Adroaldo 

Adroaldo Conzatti foi um político dedicado e atencioso, que demonstrava seu amor à comunidade, com alegria e simplicidade, marcas pessoais que o gestor transformou em combustível para o seu trabalho de impulsionar Encantado para o futuro. Conzatti representou a união do trabalho, da razão e do amor por uma terra, simbolizada no coração.

Texto: Ricardo Sander
ricardosander@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui