Morre veterano de guerra de 100 anos, que arrecadou R$ 241 milhões para combater pandemia

Tom Moore havia se tornado um herói nacional no Reino Unido após completar 100 voltas em seu jardim com ajuda de seu andador para arrecadar dinheiro para o serviço de saúde pública.


0
Tom Moore serviu na Índia, na Birmânia e em Sumatra durante a Segunda Guerra Mundial (Foto: Divulgação)

O veterano de guerra e cavaleiro britânico Tom Moore morreu de Covid-19 no domingo (31). A confirmação foi dada nesta terça-feira (2), por sua filha. Moore estava sob tratamento por conta de uma pneumonia e foi diagnosticado com o novo coronavírus.

Tom Moore se tornou um herói nacional no Reino Unido após prometer completar 100 voltas em seu jardim, antes de seu aniversário de 100 anos, em abril do ano passado. Seu objetivo era arrecadar fundos para o serviço de saúde pública do país, o NHS.

Imagens de Moore tentando completar o objetivo com muita determinação e ajuda de seu andador rodaram o mundo. Seu objetivo inicial era arrecadar cerca de mil libras, mas acabou conseguindo levantar uma cifra multimilionária para sua causa – quase 33 milhões de libras (R$ 241 milhões).

Nesta terça, a Rainha Elizabeth 2ª e o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, prestaram homenagens ao herói. A monarca afirmou que Moore “foi uma inspiração para todo o país e o mundo”. Johnson disse que o capitão foi “um herói no sentido mais verdadeiro da palavra”.

Criado em Yorkshire, norte da Inglaterra, Tom Moore serviu na Índia, na Birmânia e em Sumatra durante a Segunda Guerra Mundial. No ano passado, ele foi nomeado cavaleiro pela Rainha Elizabeth II em uma cerimônia no Castelo de Windsor.

Fonte: CNN Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui