Mortes sem causa determinada crescem 35% no país, diz Atlas da Violência 2021

Segundo o estudo, aumento dessa estatística revela piora na qualidade das informações do sistema de saúde brasileiro e pode levar a análises distorcidas, como a de queda de homicídios


0
Foto: Reprodução

O número de Mortes Violentas por Causa Indeterminada (MVCI) saltou de 12.310 para 16.648 entre 2018 e 2019 no Brasil, o que representa uma alta de 35,2% em um ano. É o que aponta o Atlas da Violência 2021, estudo divulgado nesta terça-feira (31) e elaborado por meio de uma parceria entre o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), do Ministério da Economia, e o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN).

O estudo foi feito com base em dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) e do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) com bases nos atestados de óbito, ambos do Ministério da Saúde.

De acordo com o estudo, a sigla MVCI é utilizada para os casos de mortes violentas por causas externas em que não foi possível estabelecer a causa do óbito ou a motivação que gerou o fato, como, por exemplo, uma agressão (homicídio) ou um acidente de trânsito.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui