Mourão defende Copa América e ataca Tite: ‘O Cuiabá está precisando de técnico’

Vice-presidente fez coro a manifestações de bolsonaristas nas redes sociais, que querem culpar o técnico pela resistência da seleção em participar da Copa América


0
Foto: Agência Brasil/Divulgação

O vice-presidente Hamilton Mourão defendeu nesta segunda-feira (7) a realização da Copa América no Brasil e atacou o técnico da seleção, Tite. Mourão disse, sem citar o nome de Tite, que se o treinador “não quer mais”, pode “pedir o boné”, porque “o Cuiabá (time recém-chegado à primeira divisão) está precisando de um técnico”. Mourão fez coro a manifestações de defensores do governo que, nas redes sociais, passaram a atacar Tite e a pedir a saída do técnico da seleção.

Bolsonaristas estão atribuindo a Tite a resistência da seleção em participar do torneio. No entanto, o movimento contra a Copa América ganhou força com a insatisfação dos jogadores. Os atletas não gostaram da forma como o presidente afastado da CBF, Rogério Caboclo, comunicou que o torneio seria no Brasil. O Brasil aceitou sediar a Copa América a menos de duas semanas antes do torneio. A Argentina, que seria a sede, desistiu devido à disparada da pandemia naquele país. A Colômbia também havia desistido, devido a protestos populares.

O governo federal brasileiro deu o aval para a vinda da competição e transformou a questão numa prioridade política. Na chegada ao Palácio do Planalto nesta segunda, Mourão foi questionado sobre postura crítica de jogadores e da comissão técnica em relação à Copa América no Brasil em meio à pandemia de Covid.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui