Movimentação do trânsito no feriado da Proclamação da República deve ser maior que no período de Finados

Na BR-386, a tendência é que o fluxo de veículo seja intenso em ambos os sentidos


0
Para a saída, a expectativa é que a circulação de veículos ocorra com maior intensidade entre a tarde e a noite desta sexta, das 16h às 21h (Foto: Artur Dullius)

A Polícia Rodoviária Federal deu início, nesta sexta-feira (12), à Operação Proclamação da República 2021. Até a terça-feira (16), o policiamento será intensificado nas principais rodovias federais do Rio Grande do Sul. As ações acontecem em virtude da previsão de aumento no fluxo de veículos durante os próximos dias.


ouça a reportagem

 


Segundo Dimitrius Franco, policial rodoviário da Unidade Operacional de Lajeado, o fato do feriado ocorrer na segunda feira (15), prolongando o final de semana, deve levar muitas pessoas às estradas. “Ao contrário do feriadão de Finados, que caiu em uma terça-feira e aí muita gente deixou para viajar em outro momento. Então, com certeza teremos um aumento significativo”, projeta.

Dimitrius Franco, policial rodoviário da Unidade Operacional de Lajeado (Foto: Artur Dullius)

Para a saída, a expectativa é que a circulação de veículos ocorra com maior intensidade entre a tarde e a noite desta sexta, das 16h às 21h. O movimento de ida ainda tende a apresentar pontos de congestionamento, principalmente por se misturar com o trânsito normal de sextas-feiras. Já no retorno, o fluxo deve se concentrar entre às 15h e às 21h da segunda-feira.

Na BR-386, principal rodovia da região, a tendência é que a movimentação seja intensa em ambos os sentido, especialmente na direção capital – interior durante a saída. “A BR-386 é uma rodovia que sempre tem muito movimento e é nela que a gente vai aplicar todos os nossos esforços”, afirma Franco.

Buscando esta atuação mais ostensiva, a PRF de Lajeado terá uma acréscimo de até 50% no efetivo, podendo chegar a quase 100% nos horários de maior movimento. A fiscalização será intensificada buscando coibir o excesso de velocidade, o uso do sinto de segurança, a ultrapassagem em local proibido e a ingestão de bebidas alcoólicas.

“É importante que o motorista vá com calma. Se ele quiser ter pressa, vai acabar fazendo ultrapassagem em local proibido, ultrapassagens forçadas, e este é o principal motivo dos acidentes mais graves: a colisão frontal decorrente de uma ultrapassagem mal sucedida”, conclui.

Sede da PRF em Lajeado (Foto: Artur Dullius)

Texto: Artur Dullius
reporter@independente.com.br

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui