MPF abriu um procedimento para acompanhar o processo de escolha de possíveis vacinas contra a Covid-19

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 8h.


0
Foto: Governo de São Paulo / Divulgação / CP

Após disputa política em torno da CoronaVac, o Ministério Público Federal (MPF) abriu um procedimento para acompanhar o processo de escolha de possíveis vacinas contra a Covid-19 e o planejamento para a vacinação da população brasileira. As procuradorias de São Paulo, Rio Grande do Sul e Pernambuco questionam o governo federal, que fechou acordo apenas para a compra dos imunizantes produzidos pela COVAX Facility, liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e desenvolvida por AstraZeneca/Oxford. Nesta segunda, a Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca anunciaram que a vacina induziu “uma forte resposta imune” em idosos durante testes de fase 2 feitos no Reino Unido. Fonte: G1

Oito estados estão com tendência de alta em mortes por Covid-19

No Brasil, 8 estados (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Acre, Amazonas, Amapá, Ceará e Pernambuco) estão com tendência de alta em mortes por Covid. O país registra 157,4 mil óbitos, com média móvel de 461 por dia. Os casos registrados chegam a 5,4 milhões. No Amazonas, pacientes voltaram a lotar UTIs de hospital. O Sindicato dos Médicos do estado denunciou uma série de irregularidades no tratamento e internação de pacientes do Hospital 28 de Agosto, em Manaus. Vídeos gravados dentro da unidade mostram macas amontoadas e aglomeração entre pacientes e acompanhantes. Fonte: G1

Mundo bate nove vezes o recorde de novos casos diários

Em outubro, o mundo bateu 9 vezes o recorde de novos casos diários de Covid-19, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). O número é o maior desde janeiro, quando os recordes foram batidos 12 vezes. A OMS demonstrou preocupação e pediu que a pandemia não seja politizada. Em meio ao avanço da segunda onda de infecções na Europa, o porta-voz do Ministério da Saúde da Bélgica, Yves Van Laethem, alertou que os hospitais do país podem ficar sem leitos de UTI em duas semanas se o número de internações continuar a aumentar no ritmo atual. Fonte: G1

O Senado dos Estados Unidos aprova juíza para a Suprema Corte

O Senado dos Estados Unidos aprovou o nome da juíza Amy Coney Barrett, de 48 anos, para a Suprema Corte. Ela tomou posse em seguida, durante cerimônia na Casa Branca. A magistrada, uma católica de perfil conservador, foi escolhida há um mês pelo presidente Donald Trump para substituir a progressista Ruth Bader Ginsburg, que morreu em setembro. Com a aprovação, juízes conservadores ampliam maioria na mais alta instância da Justiça americana. Fonte: G1

Fundo Amazônia tem cerca de R$ 2,9 bilhões parados e está sem atividade desde 2019

O Fundo Amazônia, que capta doações para projetos de preservação e fiscalização do bioma, tem cerca de R$ 2,9 bilhões parados e está sem atividade desde 2019, apontou a rede Observatório do Clima, em uma audiência pública que analisa a paralisação das contas do Fundo pelo governo federal. A paralisação afeta recursos destinados ao combate ao desmatamento do bioma. Convocada por Rosa Weber, ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), a audiência pública teve início na sexta-feira (23). O tribunal analisa uma ação de partidos de oposição, que apontam omissão da União ao não executar a verba doada pelos países europeus. Eles pedem a retomada imediata das atividades do Fundo Amazônia. Fonte: G1

Portaria autoriza Governo do RS a decidir sobre área do Cais Mauá

Em meio à agenda de vistoria de obras em Porto Alegre, nesta segunda-feira, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas anunciou, no Palácio Piratini, a retirada da poligonal portuária em Porto Alegre. A decisão atende a um pedido do governo gaúcho e permite que o Estado possa decidir sobre o futuro do Cais Mauá. A revogação do decreto que definia a área do Porto Organizado de Porto Alegre, incluindo toda a infraestrutura portuária, foi autorizada na Portaria 155, publicada no Diário Oficial da União no último dia 20, e que entra em vigor na próxima segunda-feira. Fonte: Correio do Povo

Período de rematrículas para o ano letivo de 2021 inicia na terça-feira em Lajeado

A Prefeitura de Lajeado, por meio da Secretaria da Educação (Sed), publicou na quarta-feira, (21), no Diário Oficial do município, o período de matrículas e rematrículas para o ano letivo de 2021 da rede municipal de Educação. As rematrículas de todas as escolas municipais iniciam na terça-feira (3). Já as matrículas acontecem em diferentes períodos, iniciando no dia 1 de dezembro. CS

Produção e apresentação: Júlio César Lenhard
Próxima edição: hoje às 11h54

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui