Mudanças na administração de Estrela trarão economicidade e otimização do trabalho, afirmam secretários

Na prática, caem o número de secretarias de 11 para 8


0
Secretários César Augusto e Carine Schwingel (Foto: Tiago Silva)

O programa Redação no Ar abordou nesta terça-feira (28) a reestruturação administrativa da Prefeitura de Estrela. Na prática, caem o número de secretarias de 11 para 8. No programa, a secretária da Cultura, Esporte e Lazer de Estrela, Carine Schwingel, e o secretário de Administração e Segurança Pública, César Augusto Pereira, explicaram os objetivos da mudança.

O Gabinete do Vice-Prefeito e Procuradoria-Geral passarão a ser unidades do Gabinete do Prefeito, enquanto o Departamento de Turismo será de competência da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer. Já Mobilidade Urbana irá compor a Secretaria de Desenvolvimento, Inovação e Sustentabilidade. E o departamento de Tecnologia da Informação (TI) e a Central de Conselhos passam para a competência da Secretaria da Administração e Segurança Pública, e o Cemitério Municipal será vinculado à Secretaria de Infraestrutura.

O Comandante César, como é conhecido, destaca a economicidade. Ele lembra que qualquer secretaria tem aspecto físico, com custo de aluguel, e também despesas com secretário, atendentes e demais cargos para preencher, o que incha a máquina pública. A redução tem o propósito de melhorar o controle interno. No ano que vem, a administração pretende realizar concursos para diminuir contratos de emergências em áreas carentes.

Carine exalta a otimização do trabalho no dia a dia com os departamentos dentro de uma mesma secretaria. “O ponto positivo dessa união é a facilidade de integrar projetos e políticas públicas, para que gere retorno para a comunidade, com orçamento baixo”, pontua.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui