loader

Cartão de crédito chamava a vítima de “vagabunda”