Município de Encantado está sem acesso pelas rodovias


0
Subida da Lagoa da Garibaldi (Foto: Divulgação)

Às 10h30min desta terça-feira (30), o prefeito de Encantado, Jonas Calvi, comunicou que o município está isolado, não tem mais passagem pela ERS-130, pela ERS-129 ou pela ERS 332, que são as rodovias que dão acesso a cidade. Conforme o gestor choveu quase 200 milímetros nas últimas 24 horas.

Um pouco mais cedo, ele concedeu entrevista ao programa Panorama, onde destacou que diferentemente de outras situações, quando as enchentes partiam pelo Rio Taquari, desta vez, a água está invadindo as residências por causa do transbordamento dos arroios.

“O cenário desde o começo da manhã é muito preocupante, nós estamos ainda com nossas equipes trabalhando direto em vários locais, mas as enchentes de setembro e novembro afetaram muito os arroios. As águas que estão vindo de Relvado, Putinga, Coqueiro Baixo e Nova Bréscia acabaram impactando muito em Encantado, além da quantidade enorme de chuva que não dá trégua. Estamos com os nossos caminhões e de parceiros, se deslocando para o abrigo no bairro Lago Azul para fazer a remoção das famílias. Já estávamos levando as famílias para o Parque João Batista Marchese, mas na frente do Parque tem o arroio Lambari que transbordou e nós não conseguimos entrar no Parque”, relata. O gestor também acrescentou, que em virtude disso, estão usando pavilhões de outras localidades para alojar as famílias.

Conforme Calvi, desta vez a preocupação no transbordamento dos arroios. “As enchentes de Encantado sempre partiram do Rio Taquari. Em 2010, 2011 teve uma situação em Jacarezinho que não era do Rio Taquari e agora é a mesma característica, ela está entrando pelos arroios pequenos do município que transbordam pela quantidade elevada de chuva”, destaca. “Nenhuma enchente é igual a outra enchente e está cada vez mais se comprovando e se caracterizando isso”, comenta.

Calvi também citou que muitas estradas sofreram danos e várias comunidades estão sem acesso. “Nós não estamos conseguindo chegar em Palmas e chegar na Linha Auxiliadora. Uma família está ilhada em Auxiliadora e a gente não consegue acessar. O Corpo de Bombeiros já fez a retirada de algumas crianças e de dois casais em Jacarezinho. A situação é bem preocupante. Choveu 198 milímetros de chuva em 24 horas”, complementa.

Texto: Elisangela Favaretto
[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui