Municípios da região tomam medidas diferentes para volta das práticas esportivas

Autoridades detalham regras nas principais cidades do Vale do Taquari.


0
Carlos Reckziegel (Foto: Divulgação)

O decreto que libera as práticas esportivas amadoras no Rio Grande do Sul vem gerando dúvidas na região sobre os locais e de que forma a volta a atividade pode ser feita pela população. O secretário de Cultura Esporte e Lazer de Lajeado, Carlos Reckziegel, explica que qualquer quadra que seguir estes protocolos está apta a receber partidas de esportes coletivos. “Inclusive em locais públicos como o Parque do Imigrante é possível realizar jogos, ou até em outros campos nos bairros obviamente que se cumprirem todos os protocolos, ou seja, terem responsáveis cuidando disso”.


OUÇA A REPORTAGEM


Segundo o decreto publicado na terça-feira (15), para que as atividades esportivas nesses locais possam ocorrer, as regiões Covid-19 precisam estar em bandeira amarela ou há pelo menos duas semanas consecutivas na bandeira laranja. Nas academias, centros de treinamentos e estádios, em regiões com bandeira laranja, haverá a permissão de 50% de trabalhadores presenciais. O atendimento presencial deve respeitar o distanciamento de no mínimo 10 metros quadrados por pessoa e material individual. Nos clubes sociais e esportivos, em regiões de bandeira laranja, será permitida a presença de 50% de trabalhadores.

Por essa razão, o secretário lajeadense salienta a importância de chegar apenas no horário da partida e após a prática, não permanecer no local. “Não é o momento para confraternizar e ficar aquele tempo depois do jogo ainda nos ginásios ou nas quadras, é necessário respeitar os horários e respeitar os outros que também vão utilizar, justamente para não aglomerar pessoas”, solicita.

Em outros municípios as orientações são parecidas, entretanto a há algumas diferenças importantes. Em Teutônia, assim como a cidade de Lajeado, os ginásios ou quadras que seguirem os protocolos podem realizar a prática do esporte coletivo. Porém, os parques municipais, em função de um decreto municipal que segue em vigor, seguem fechados e não há uma data definida para reabertura dos mesmos.

A Secretaria de Juventude Esporte e Lazer do município ressalta que a fiscalização para quê os protocolos em cada praça esportiva sejam seguidos. A pasta de Teutônia esclarece no entanto, que o Campeonato Municipal de Futebol amador não tem data prevista para o retorno, conforme vem sendo discutido em reuniões realizadas nos últimos dias com os organizadores.

Já em Estrela, a recomendação é que os proprietários de ginásios ou quadras esportivas façam um protocolo pedindo a liberação, tendo que assim comprovar que estão aptos com as recomendações sanitárias para realizarem as práticas. Sem estes protocolos e posterior liberação por parte do município, as quadras privadas não poderão retornar ao funcionamento. A Secretaria de Administração de Estrela informa também que está sendo preparada a reabertura do Parque Princesa do Vale, o que deve ocorrer entre sexta-feira (18) e segunda-feira (21).

O município de Arroio do Meio, antes mesmo do Decreto Estadual ser publicado, foi o primeiro município da região a decretar liberação de práticas do esporte amador em quadras e ginásios. A coordenadoria de Esportes do município ressalta que os protocolos do Estado devem ser seguidos a partir do Decreto do Governador e ressalta que a fiscalização na cidade é atuante para que as Praças esportivas compram as determinações sanitárias porém o órgão arroio-meense ressalta que os campeonatos amadores, mesmo os internos de clubes, não são permitidos ainda.

Assessoria de imprensa do Governo do Estado do Rio Grande do Sul trouxe também a informação de que a prática de jogos de bocha, muito tradicionais em bares do interior do estado, podem ocorrer, porém os estabelecimentos devem seguir os mesmos protocolos exigidos em outros esportes coletivos.

Texto: Júlio César Lenhard

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui