Na Alemanha, pessoas vacinadas com dose de reforço estão liberadas de quarentena mesmo após contato com infectado

Crianças poderão retornar à escola da quarentena se testarem negativo para o coronavírus após cinco dias


0
Foto: Divulgação

A Alemanha vai dispensar a exigência de quarentena às pessoas que receberam uma dose de reforço da vacina contra a Covid-19 após o contato com uma pessoa infectada com o vírus, disse o chanceler alemão, Olaf Scholz, nesta sexta-feira (7).

Aqueles que não tomaram a dose de reforço podem sair da quarentena após sete dias sob as novas regras acordadas por Scholz e líderes regionais alemãos nesta sexta-feira, disse o chanceler. Além disso, crianças poderão retornar à escola da quarentena se testaram negativo para o coronavírus após cinco dias, acrescentou Scholz em coletiva de imprensa.

Vacinação obrigatória

Na Alemanha, 71,6% da população possui um esquema de vacinação completo. No ano passado, o país chegou a anunciar que tornaria a vacinação obrigatória. Desde então, no entanto, as críticas e as dúvidas se multiplicaram.

O primeiro debate parlamentar agendado para a próxima semana foi adiado para o final de janeiro, há poucas propostas concretas e nenhuma proposta de lei para tornar a vacinação obrigatória foi escrita. O grupo parlamentar do Partido Social-Democrata (SPD), de Scholz, não espera que esse processo legislativo termine antes do final de março.

A vacinação obrigatória nem mesmo é mencionada no anteprojeto que serve de base para a reunião entre o governo e as regiões para coordenar o combate ao coronavírus e, principalmente, ao surgimento da variante ômicron.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui