Na Assembleia, manifestantes protestam contra manutenção das alíquotas de ICMS

O ato acontece simultaneamente à votação, que ocorre de forma híbrida, nesta terça-feira.


0

Empunhando bandeiras do Brasil e dos Estados Unidos, um pequeno grupo de manifestantes protesta contra o projeto que prevê a manutenção das alíquotas majoradas do ICMS em frente à Assembleia Legislativa.

O ato acontece simultaneamente à votação, que ocorre de forma híbrida, nesta terça-feira. Caso aprovada, a medida mantém em 30% a cobrança sobre os serviços de telecomunicações, combustíveis e energia para o ano que vem. Em 2022, o valor cai para 28,5%.

Já em 2023, seriam aplicados 27%. Por fim, em 2024, a alíquota seria de 25%. O valor base, previsto por lei é de 17%.

Fonte: Correio do Povo


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui