Na CPI da Pandemia, ex-chanceler Ernesto Araújo afirma que orientações ao Itamaraty partiram do Ministério da Saúde

Renan Calheiros (MDB-AL) questionou sobre a existência de diretrizes para a atuação internacional do governo em questões relativas à pandemia


0
Foto: Reprodução

A atuação do Itamaraty durante a pandemia de Covid-19 foi feita sob orientações que partiram, na maioria dos casos, do Ministério da Saúde, disse o ex-chanceler Ernesto Araújo em depoimento à CPI da Pandemia nesta terça-feira (18). O relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL), o questionou mais de uma vez sobre a existência de diretrizes para a atuação internacional do governo em questões relativas à pandemia.

Araújo afirmou que não existia um documento único, mas sim orientações de acordo com diferentes momentos e situações. Araújo também negou que a proximidade da política externa de sua gestão com a implementada durante o governo do ex-presidente dos EUA Donald Trump tenha dificultado contatos e negociações com a atual gestão, de Joe Biden.

Fonte: CNN

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui