Na presidência do IFL Brasília, lajeadense busca levar as ideias da liberdade à Praça dos Três Poderes

Douglas Sandri fala sobre o desafio organizar um fórum da liberdade na capital federal


1
Douglas Sandri em entrevista ao Grupo Independente (Foto: Chanderley Soares / Arquivo)

O lajeadense Douglas Sandri, engenheiro e atualmente assessor parlamentar na Câmara dos Deputados, assumiu nesta segunda-feira (5) a presidência do Instituto de Formação de Líderes (IFL) de Brasília. O evento de posse foi realizado no formato virtual e contou com palestras do economista Gustavo Franco, um dos formuladores do Plano Real, e do empresário Salim Mattar, fundador da Localiza e ex-secretário de Desestatização do Ministério da Economia.

Sandri diz que se sentiu honrado com a participação de mais de 150 pessoas em um encontro online, incluindo deputados federais, estaduais, vereadores e prefeitos, como Marcelo Caumo, de Lajeado. “Me senti muito honrado por ter essas pessoas acompanhando, mas mais ainda porque a gente pode contar com pessoas brilhantes palestrando”, ressalta.


ouça a entrevista

 


 

O lajeadense, que concorreu a deputado estadual em 2018 e ficou a 307 votos de uma cadeira na Assembleia do RS, participou desde o início da criação do Instituto de Formação de Líderes de Brasília. Antes de ser presidente, foi diretor de formação da entidade, que busca preparar líderes e gestores alicerçados nos valores da liberdade. Para isso, o IFL organiza estudos dirigidos, debates, fóruns e palestras com grandes expoentes empresariais e políticos.

Conforme Sandri, “o IFL existe pois precisamos de lideranças empresariais que entendam a importância de um Estado em que todos são iguais perante a lei, que entendam como são imorais as distorções causadas por atalhos que subsídios e as reservas de mercado representam”. “O instituto muda mesmo a forma como a gente encara os desafios da vida e como a gente entende o mundo”, ressalta.

Para o novo presidente, na capital federal, o instituto tem uma missão especial. “Além de preparar lideranças para a vida empresarial, também acabamos tendo o papel de prover líderes com os valores liberais para a gestão pública, justamente onde eles são mais necessários”, comenta.

A organização do Fórum da Liberdade e Democracia está na pauta do novo presidente do IFL Brasília. Conforme Douglas Sandri, a ideia é realizar o evento no segundo semestre, com a participação de palestrantes internacionais e autoridades nacionais. “Realizar um evento deste porte, na capital do país, vai ser bem emblemático para demostrar como as ideias da liberdade chegaram ao Planalto Central”, reforça.

 

 

1 comentário

  1. Implantar em Lajeado a MP da Liberdade econômica já seria um feito grande….. Já foi sancionada pelo presidente faz dois anos. Mas a indústria da multinha, fiscalização e alvarás termina…

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui