‘Não é humano’, dizem vítimas do agressor dos ataques em Christchurch

Tarrant não reagiu e parecia indiferente às declarações dos sobreviventes.


0
Foto: John Kirk-Anderson/Pool via Reuters

Sobreviventes dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia expressaram sua raiva, nesta terça-feira (25), no tribunal de Christchurch, contra o agressor Brenton Tarrant, chamando-o de “terrorista” e dizendo que ele “não deve nunca mais voltar a ver o sol”.

O supremacista branco de 29 anos, de nacionalidade australiana, foi considerado culpado por 51 assassinatos e por 40 tentativas de homicídio. E, agora, confronta-se pela primeira vez, desde segunda-feira (24), com depoimentos de sobreviventes dos ataques a duas mesquitas de Christchurch, em março de 2019.

Tarrant, que poderia ser a primeira pessoa a ser condenada à prisão perpétua na Nova Zelândia, não reagiu e parecia indiferente às declarações dos sobreviventes.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui