“Não esqueçam que ainda somos líderes. O Inter só depende de si. Não depende de mais ninguém”, diz Abel Braga

Diferença para o Flamengo permaneceu em um ponto após derrota para o Sport.


0
Foto: Ricardo Duarte / Internacional

O Inter ainda é o líder do Brasileirão, mas parece dar sinais de cansaço. Depois de nove vitórias consecutivas, o time, sob o comando de Abel Braga, teve a corrida até o título freada. Depois de empatar com o Athletico-PR fora de casa, perdeu para o Sport em pleno Beira-Rio na quarta-feira em uma noite cheia de lances de desatenção. A vantagem para o Flamengo, que chegou a ser de quatro pontos, agora é de apenas um. Por isso, conquistar uma vitória sobre o Vasco, domingo à tarde, no São Januário, passou a ser fundamental na matemática do título.

A conquista dos três pontos diante do Sport, que vive uma luta desesperada contra o rebaixamento, era fundamental nas contas coloradas para a conquista do Brasileirão. Agora, será preciso recuperar-se diante do Vasco para chegar no confronto direto com o Flamengo, no dia 21, ainda na primeira posição. “Não esqueçam que ainda somos líderes. O Inter só depende de si. Não depende de mais ninguém”, lembrou Abel, após a partida.

O dia de ontem foi de remobilização. O presidente Alessandro Barcellos e o vice de futebol João Patrício Herrmann passaram a tarde inteira no CT Parque Gigante conversando com os jogadores e a comissão técnica. Apesar dos erros primários de Uendel e Marcelo Lomba, que originaram os gols da equipe pernambucana, o discurso foi de apaziguamento.

As falhas, apesar de individuais, foram tratadas como coletivas, inclusive por Abel em seu discurso pós-jogo. “A gente não pode culpar ninguém, pois chegamos aqui juntos. Mas serve como aprendizado, para que não se repita mais”, observa Edenilson, que segue: “A gente sabe que deixou escapar uma chance de abrir vantagem, mas continuamos líderes e fizemos por merecer essa liderança. Então, vamos continuar. Os erros não foram individuais, são coletivos”.

Contra o Vasco, porém, Abel terá problemas. O principal é suprir a ausência de Patrick, suspenso pelo terceiro amarelo. O meia, que foi o melhor em campo, além de autor do único gol colorado diante do Sport, não tem substituto no grupo. “É um jogador de grande qualidade, que tem sido muitas vezes o desafogo do time. Mas tenho certeza que o Abel já está pensando no substituto”, analisa Edenilson. Em tese, os candidatos principais são João Peglow e Nonato, principalmente, além de Thiago Galhardo, que deve ficar à disposição.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui