“Não temos condições de fazer esta fiscalização”, afirma secretário de Lajeado sobre uso de máscaras

Governo do Estado estipulou multa que pode chegar até R$ 4 mil para quem não utilizar máscara.


3
Foto: Divulgação

O Governo do Estado determinou, em 5 de março, que vai aplicar advertências e multas para quem descumprir medidas sanitárias, como usar incorretamente máscara. Para quem se recusar, mais de uma vez, a usar o equipamento de proteção, a multa pode chegar até a R$ 4 mil. Segundo o governo, a máscara precisa tapar o nariz e boca, e deve ser utilizada na circulação em espaços públicos e privados acessíveis ao público, em vias públicas e no transporte público coletivo.

De acordo com o secretário de Planejamento e Urbanismo de Lajeado, Giancarlo Bervian, o Governo do Estado não detalhou de quem seria a incumbência de fiscalizar a aplicação da regra. A Brigada Militar já se posicionou, dizendo que não seria sua atribuição.


ouça a entrevista

 


 

“Não temos condições de fazer esta fiscalização”, afirma Bervian. “Decidimos que, por não ter estrutura para fazer em todos os locais, optamos por não fazer”, destaca ele. “Da mesma maneira que a Brigada Militar, a gente entende é um decreto estadual, que foi tomada uma decisão por parte do estado. Nós não temos, enquanto município, condições de fazer uma avaliação e acompanhamento de tudo.

Conforme detalha Bervian, a secretaria conta com apenas cinco fiscais, divididos entre atribuições de obras e posturas. Nas vistorias às medidas de combate ao coronavírus, eles contam com o auxílio dos agentes de trânsito e de segurança, além dos fiscais do meio ambiente, vigilância sanitária e de saúde.

3 Comentários

  1. Prefeitura Sempre Tirando o corpo fora só sabe alegar que não tem condição de fazer isso fazer aquele outro é por isso que Lageado tá do jeito que tá 72% da população votou no bolsonaro

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui