“Não vamos tomar iniciativa de fechar todas as áreas”, afirma presidente da Associação de Municípios do Vale

Decisão por lockdown deve ser tomada pelo governador, e não por prefeitos e regiões, argumenta Paulo Kohlrausch.


1
Paulo Kohlrausch (Foto: Tiago Silva / Arquivo)

O presidente da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat), Paulo Kohlrausch, descarta a adoção de um fechamento geral das atividades por parte da entidade, como foi proposto por gestores de saúde em uma nota da 16ª Coordenadoria Regional de Saúde (16ª CRS) nesta quarta-feira (3).

“Nós não vamos tomar iniciativa de ficar fechando todas as áreas. Até porque nós não temos o conhecimento técnico, a amplitude de que maneira isso iria impactar na comunidade”, argumenta. “Nós líderes, nós gestores temos que ter os pés no chão e olhar para o conjunto, olhar para o todo”, destaca.


ouça a entrevista

 


 

“Eu entendo que quem está mais preparado, com mais conhecimento e que tem autonomia para tomar essa decisão é o governador, e não um ou outro prefeito de maneira individual, ou a região de maneira regional”, pondera. “Nós, como Amvat, apoiamos o posicionamento do governador e nos prontificamos a ajudar no que for possível.”

Kohlrausch diz que a Amvat aceitou a suspensão da cogestão “pelo fato de estarmos numa situação extremamente crítica e complexa”. “Nós achamos justos que o governador chamasse para si a responsabilidade.”

Em conversas com os prefeitos do Vale, Kohlrausch diz que não existe consenso sobre as medidas a serem adotadas. Ele destaca, porém, que há uma grande unanimidade: “Nós entendemos que são necessárias medidas assertivas, construídas de maneira coletiva, com equilíbrio.”

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

1 comentário

  1. Certíssimo Sr. Paulo… Se esconder dentro de casa não resolve absolutamente nada, todos em um momento ou outro vão contrair a Covid19. Uns vão sentir mais, outros absolutamente nada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui