Nascimentos superaram número de mortes no Vale do Taquari em 2020, conforme IBGE

Foram 36 nascimentos a mais do que o ano anterior (0,8%)


0
Foto: Pexels/ Reprodução

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgou nesta quinta-feira (18), os resultado da pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2020, realizada em todo o país. O estudo investiga os registros de nascimentos, casamentos e óbitos nos cartórios no Brasil.
No Vale do Taquari, em 2020 foram registrados 2.928 óbitos, 138 a mais do que as 2.790 mortes ocorridas em 2019 (4,9%). A maior variação no Vale do Taquari foi registrada em Coqueiro Baixo, onde em 2019, morreram 14 pessoas e em 2020, 23 habitantes (64,29%). Já no município de Poço das Antas, os óbitos tiveram a maior variação negativa da região. Em 2019 morreram 28 moradores, contra 16 em 2020 (-42,86%). Em 2019, Lajeado computou 495 mortes, e em 2020, 570, uma variação de 15,15% mais óbitos.

Nascimentos em alta

Com relação ao número de nascimentos, em 2019 vieram ao mundo 4.313 bebês no Vale do Taquari. Em 2020, foram 4.349, ou seja, 36 nascimentos a mais do que o ano anterior (0,8%).

O município que teve o maior crescimento no índice de nascimentos, foi Doutor Ricardo, onde em 2020 vieram ao mundo 22 crianças, 10 a mais (60%) de que em 2019, quando foram registrados 12 nascimentos. A maior variação negativa pertence à Nova Bréscia. No município, nasceram 21 bebês em 2020, ao passo que no ano anterior, foram registrados 30 nascimentos (-30%). Em Lajeado, de acordo com o estudo, o número de nascimentos diminuiu. No maior município do Vale do Taquari, em 2019 foram 1.259 nascimentos, sendo que no ano seguinte vieram ao mundo 1.176 crianças.
Desta forma, o número de nascimentos supera os óbitos no Vale do Taquari, em 1.421 pessoas.

Luís Fernando Wagner
noticias@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui