“Neste momento, o comércio não está fazendo a sua parte”, afirma presidente do Sindilojas-VT

Francisco Weimer teme que a região sofra represálias caso o comércio não cumpra a determinação de horário de funcionamento.


0
Presidente do Sindilojas-VT, Francisco Weimer (Foto: Tiago Silva)

O presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Vale do Taquari (Sindilojas-VT), Francisco Weimer, teme que a região sofra represálias caso o comércio não cumpra a determinação de horário de funcionamento, fixada pelo governo do estado, nesta semana de 4 a 10 de agosto, período em que a região de Lajeado foi classificada como bandeira vermelha para coronavírus no Modelo de Distanciamento Controlado do RS.


ouça a entrevista

 


 

O governo gaúcho autorizou o funcionamento do comércio, com restrições, dentro do horário das 10h às 16h. Na regão, porém, há estabelecimentos que estão atuando em horário comercial normal. “Neste momento, o comércio não está fazendo a sua parte”, nota. “Realmente, nós ficamos preocupados”, destaca Weimer.

Para ele, caso o Vale do Taquari fique novamente em bandeira vermelha na próxima semana, o governo gaúcho poderia não flexibilizar o funcionamento das lojas.

“Já que nos foi dada essa condição de trabalhar das 10h às 16, nós temos que agradecer”, argumenta. “Concordamos que não é o ideal, mas nós temos que obedecer”, lamenta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui