Ninguém gosta de admitir que sente inveja de outras pessoas

"As raízes da inveja estão na vergonha causada pelo sentimento de inferioridade e pela impossibilidade de obter o que desejamos." Confira o comentário da psicóloga e psicanalista clínica Dirce Becker Delwing


0
Foto: Divulgação / Ilustrativa

Bastava meu mano me chamar de Caim para que a briga começasse. Tudo começou depois que meus pais contaram a história de Caim e Abel, que está relatada na Bíblia, em Gênesis, onde consta que Caim mata Abel por conta da inveja. Deus pediu aos dois irmãos que oferecessem sacrifícios. Abel foi mais generoso e isso ofendeu Caim, que detestava a bondade de Abel. Sua ira o levou a cometer o primeiro homicídio da história.

Quando Deus quis saber onde estava Abel, Caim respondeu com a pergunta:

– Acaso sou guarda de meu irmão? Sem culpa aparente, parecia satisfeito por ter eliminado a fonte de sua vergonha. Sua principal preocupação era acabar com o objeto de sua inveja. Caim queria apenas eliminar o próprio sofrimento.

Assim, depois que meu mano e eu soubemos do enredo, passamos a nos provocar. Promovia a diminuição de quem era nomeado como Caim. Mas, porque isso nos afetava tanto se a inveja é uma emoção comum?! Aliás, você já deve ter sentido inveja muitas vezes. Ou não?! A inveja surge do sentimento de inferioridade, fruto da comparação que fazemos entre nós e o outro em algum aspecto específico: nas posses materiais, na casa, no carro, na roupa, no companheiro, no dinheiro ou nas suas qualidades psicológicas, morais, físicas, sociais ou espirituais. Nunca haverá inveja sem que antes tenha havido uma comparação.

No livro “Como Deus Cura a Dor”, Mark Baker fala da diferença entre ciúme e inveja. O ciúme é a dor pelo medo de que algo ou alguém importante nos seja tirado. O ciúme envolve três pessoas em um triângulo de competição. O objetivo do ciúme é conquistar o amor de alguém. Já a inveja envolve duas pessoas: é a dor de ver que o outro possui algo que você não tem. Suas raízes estão na vergonha causada pelo sentimento de inferioridade e pela impossibilidade de obter o que desejamos. Por conta disso, a inveja trata de destruir aquele que provoca essa vergonha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui