Nova York vai dar 100 dólares para quem se vacinar

Prefeito afirma que vacinação contra a covid-19 é o único caminho para garantir a retomada da economia. Governo dos EUA avalia obrigar funcionários públicos a se imunizarem


0
Cidade de Nova York já vacinou mais da metade da população contra a covid-19 (Foto: Luiz Rampelotto/europaNewswire/picture)

A cidade de Nova York oferecerá um incentivo financeiro de 100 dólares (R$ 512) às pessoas que se vacinarem contra a covid-19, anunciou nesta quarta-feira (28/07) o prefeito Bill de Blasio.

A medida visa dar um novo impulso à campanha de imunização na cidade, onde as autoridades sanitárias já aplicaram cerca de 10 milhões de doses, mas que neste momento observa uma queda no índice de aceitação de vacinas

Segundo os dados oficiais mais recentes, 54,4% da população de Nova York (cerca de 8,3 milhões de pessoas) está totalmente vacinada contra o novo coronavírus, uma porcentagem que sobe para 65,5% se forem contabilizados apenas os adultos.

De Blasio insistiu que a vacinação é a única forma de garantir a recuperação econômica da cidade e defendeu a importância deste tipo de incentivo para encorajar todos os cidadãos.

“Nos postos de vacinação administrados pela cidade, quando tomarem a primeira dose (…) receberão 100 dólares”, sublinhou o prefeito, ao anunciar o programa, que terá início na sexta-feira.

Nova York já vinha oferecendo outros incentivos para aumentar a aplicação de vacinas, incluindo sorteios de prêmios em dinheiro que totalizaram 5 milhões de dólares (R$ 25,6 milhões) e até hambúrgueres e batatas fritas grátis.

Vacina obrigatória
Por outro lado, o estado de Nova York vem adotando uma estratégia mais dura. Agora, os funcionários públicos vão ser obrigados a se vacinar contra a covid-19 ou, caso se recusem, a fazer testes semanais, numa tentativa das autoridades de tentar travar a disseminação da variante delta.

Na esfera federal, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, admitiu nesta quarta-feira que pode seguir um caminho similar e tornar a vacina contra a covid-19 obrigatória para todos os funcionários federais do país. Biden afirmou que essa possibilidade “está sendo considerada”.

Num comunicado, Biden também afirmou que os EUA precisam “fazer melhor” para aumentar a vacinação contra a covid-19. “Temos visto um aumento da vacinação nos últimos dias, mas precisamos fazer melhor. Na quinta-feira, irei apresentar novos passos do nosso esforço para vacinar mais americanos”, disse o presidente.

As declarações de Biden foram feitas um dia depois de o Departamento para os Assuntos dos Veteranos ter anunciado que vai passar a exigir que seus profissionais de saúde sejam vacinados contra a covid-19. Trata-se da primeira agência federal americana a tomar tal medida.

A pandemia já provocou 611 mil mortes nos EUA. Em números absolutos, é o país com mais mortes por covid-19 no mundo. Desde o início da crise, mais de 34 milhões de americanos testaram positivo para a doença.

Fonte: DW

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui