Novo comandante do CRPO-VT pretende se estabelecer na região e reforçar parceria com entidades e sociedade civil

“A Brigada Militar, sozinha, não consegue atender a demanda total da segurança pública. Ela precisa somar esforços com outras instituições e na própria sociedade civil”, defende o tenente-coronel Douglas Soares.


0
Foto: Divulgação

Novo comandante do Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO-VT), o tenente-coronel Douglas Soares diz que pretende se fixar no Vale do Taquari e desenvolver um trabalho em parceria com entidades e sociedade civil em matéria de segurança pública na Brigada Militar. “A minha ideia é me fixar na região, eu vim aqui para realmente fazer o meu melhor aqui pela região, porque eu quero viver aqui na região”, destaca.


ouça a entrevista

 


Conforme ele, a intenção é realizar um trabalho de articulação com órgãos municipais, estaduais e federal. “A Brigada Militar, sozinha, não consegue atender a demanda total da segurança pública. Ela precisa somar esforços com outras instituições e na própria sociedade civil”, defende.

Soares tem 30 anos de polícia militar. Entrou na instituição aos 16 anos e, antes, estudou no Colégio Tiradentes. Ele vem da Região Metropolitana e, por último, estava no comando do Batalhão de Operações Policiais Especiais.

O oficial reconhece que o momento de pandemia de Covid-19 requer um comportamento diferenciado. Ele explica que a notificação e multa aos estabelecimentos que desobedecem aos decretos compete aos órgãos de fiscalização sanitária do município e do estado. À BM compete a parte penal, com assinatura de termos circunstanciados à desobediência da lei e o apoio aos fiscais nas vistorias e notificações.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui