Nuvem de poeira que afetou o Litoral do RS já deixou o Estado

Conforme meteorologista, apesar de diferente, o fenômeno não é raro de ocorrer


0
Foto: Divulgação

A imensa nuvem de poeira gerada por tempestades de vento na Patagônia que pairava pelo Litoral do Rio Grande do Sul já se deslocou em direção a outro continente. É o que afirma a sócia diretora da MetSul Meteorologia, Estael Sias.

“A chegada dos detritos já se encerrou. Aquela poeira foi produzida no domingo e transportada nos dias seguintes e agora está viajando pelo planeta. Certamente já chegou em outro continente ou se dissipou com a chuva”, afirmou. Conforme a meteorologista, o Rio Grande do Sul, atualmente, apresenta céu claro, com uma atmosfera mais quente e seca, o que reforça a ideia de que a nuvem não está mais presente.

Apesar de diferente, o fenômeno não é, necessariamente, raro. “Exige condições especiais. O vento, em altitude, está sempre de oeste para leste, então, se tivermos uma erupção vulcânica que alcance essa altitude de 10km de altura, inevitavelmente será transportado”, explicou. Estael completou afirmando que, quando ocorrem invernos muito secos no Centro-Oeste, ou no sul do Amazonas – potencializados pelas queimadas –, é comum o vento de norte-sul trazer esses detritos para o Rio Grande do Sul.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui