O bate-papo de corredor pode ser um rico espaço de interação entre colegas

Contudo, no ambiente de trabalho deve sempre prevalecer o bom senso.


0

Em uma situação profissional, bate-papo significa qualquer tipo de conversa que não esteja focada no trabalho, sejam brincadeiras feitas ao se chegar pela manhã, diálogos na hora do cafezinho, ou falas com clientes antes de abordar diretamente os temas pautados para a conversa. No livro “60 verdades para administrar sua carreira”, a autora Karen Otazo afirma que essas interações despretensiosas podem ajudar quando você não souber exatamente o que dizer a estranhos ou até mesmo a conhecidos, se quiser dar início ou continuidade a um diálogo.

Foto: Divulgação

Além disso, permitem que você se identifique com os outros, que estabeleça uma conexão para que, em momento seguinte, possa abordar temas profissionais.

Você pode adquirir confiança para falar sobre assuntos da atualidade lendo jornais, revistas, livros, artigos e assistindo a vídeos na internet. A questão é ter informações interessantes para mencionar em meio a um bate-papo.

“O simples fato de ler resenhas sobre livros e programas de televisão é uma ótima maneira de desenvolver opiniões sobre assuntos específicos, para que você possa dizer coisas como ‘acabei de saber de uma estatística…”, li ainda hoje que…”, e isso geralmente leva ao diálogo”.

Em síntese, o bate-papo, ou até o papo furado, pode ser muito rico como espaço de interação e de aprendizagem, o que depende de como a pessoa assimila tais vivências. Contudo, no ambiente de trabalho deve sempre prevalecer o bom senso.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui