O crescimento do ciclismo no Vale do Taquari na visão de um dos idealizadores do grupo Riders Estrela

Fotógrafo Frederico Sehn comemora o avanço da modalidade, mas entende que ainda é preciso uma mudança cultural para o ciclismo ganhar mais espaço


0
Foto: Ricardo Sander

O ciclismo é uma modalidade que tem crescido nos últimos anos no Vale do Taquari. Um dos pioneiros na divulgação dessa atividade na região foi o grupo Riders Estrela, que tem como um dos idealizadores o fotógrafo Frederico Sehn. No programa Redação no Ar desta quarta-feira (8), Sehn falou sobre as atividades do grupo, fundado há 6 anos, e o crescimento da prática. Conforme ele, antes do Riders, muita gente já pedalava na região, porém, por conta própria. “A gente teve a ideia para juntar a galera e incentivar o pessoal a pedalar cada vez mais”, detalha Sehn. Hoje o Riders tem mais de 200 integrantes, de todo o Vale do Taquari.

O grupo se reúne todas as quartas-feiras, no Parcão de Estrela, às 19h15, e de lá partem para pedaladas em trajetos de cerca de 25 kms por Estrela e cidades próximas. Aos fins de semana, eles combinam trajetos mais longos. “O grupo é super aberto, quem quiser pedalar é só se encontrar com a tente e pedalar”, ressalta o fotógrafo.

Para ele, a região, o Estado e o país ainda tem que se adaptar para maior difusão do ciclismo. “É uma briga que a gente tem para melhorar o aspecto do ciclismo, para incrementar o ciclismo como uma mobilidade urbana”, explica.

Na sua visão, é preciso uma mudança cultural. “O nosso trânsito não comporta mais veículos. Hoje em dia não adianta mais políticas públicas para mudar a direção de ruas, pintar faixas de segurança ou mudar uma rótula. As nossas cidades não comportam mais veículos. A gente tem que partir para alguma mobilidade alternativa, seja ela o ciclismo, o ônibus ou o pessoal se juntar e ir num carro só”, acredita Frederico Sehn. “Aos poucos a gente vai mudando isso, mas é uma escadinha bem longa”, entende.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui