O Dia do Trabalho não apresenta bons motivos para ser comemorado

Conforme números divulgados pelo IBGE na sexta-feira, são mais de 14 milhões de brasileiros desempregados


0

Sem comemorações

O Dia do Trabalho ou do Trabalhador, lembrado neste sábado (1º), não apresenta bons motivos para ser comemorado. Conforme números divulgados pelo IBGE na sexta-feira, são mais de 14 milhões de brasileiros desempregados. Outros tantos milhões na informalidade e certamente milhões com muito medo de perder o emprego. A pandemia agravou o cenário brasileiro. E não se tem perspectiva de melhoria a curto prazo. O “fim” do vírus e a retomada forte da economia poderá reverter a situação. Mas o período ainda é longo para chegarmos lá.

Muda primeiro escalão

O governador Eduardo Leite anunciou novas mudanças na composição do secretariado. Ex-deputado federal e ex-ministro Ronaldo Nogueira (Republicanos) vai para a pasta do Trabalho, Emprego e Renda. Nogueira estava como suplente na Câmara Federal e perdeu a vaga com a volta do deputado Covatti Filho, que deixou a pasta de Agricultura. Mauro Hauschild deixa a Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos e vai para Secretaria de Justiça e dos sistemas penal e socioeducativo.

Convite ao Presidente

Na segunda-feira a tarde, o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Onyx Lorenzoni, receberá comitiva da região para tratar sobre o Trem dos Vales e do Cristo Protetor de Encantado. Agenda foi articulada pelo secretário parlamentar da Câmara Federal Felipe Diehl, que acompanhará a comitiva. Onyx encaminhará a comitiva até o presidente Jair Bolsonaro para receber em mãos o convite para a inauguração do Cristo Protetor. Conforme Felipe Diehl, há grandes chances do presidente Bolsonaro vir a região até o final do ano.

Foto: Paulo Sérgio Rosa / Divulgação

Luta por uma ponte

Lideranças de Arroio do Meio e Colinas voltaram a discutir nesta semana a viabilidade da construção de uma ponte entre os municípios. As duas comunidades entendem que existe a necessidade de construção de uma ponte como rota alternativa para interligar a região do Vale do Taquari e da Serra Gaúcha. O assunto recebeu ainda mais notoriedade após a explosão de um caminhão na BR-386, em Estrela, no mês de março. Os prefeitos deverão fazer o encaminhamento da pauta ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer).

Mudanças

As primeiras alterações no primeiro escalão foram promovidas pelo prefeito de Encantado, Jonas Calvi, após a morte do titular Adroaldo Conzatti. Foram mudanças técnicas e não políticas. O ex-prefeito de Arroio do Meio, Klaus Werner Schnack, deixa o cargo de diretor de projetos e assume como secretário da Gestão Financeira. José Caetano Turatti Ost assume como chefe de gabinete e o advogado Rodrigo Almeida ocupa a vaga de procurador jurídico do município, no lugar de Juliano Heisler.

Mãe de Cristo em Anta Gorda

Na onda do Cristo Protetor de Encantado, o município de Anta Gorda anunciou que quer construir uma Nossa Senhora de Lourdes gigante, com mais de 45 metros. Xico Frighetto, prefeito da cidade, quer uma imagem da santa no morro Travesin, um dos locais mais altos do município. O jornal Correio do Mate, que circula no município, estampou na capa a seguinte manchete sobre o assunto: “O Cristo Protetor está em Encantado e a mãe Dele em Anta Gorda”. Se vingar, ganha a região. A briga pela imagem maior fica pelo imaginário do povo.

 

Interesses

Na política, “tudo são interesses” já dizia o saudoso Leonel Brizola. Vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) hoje é só elogios ao colega relator Renan Calheiros (MDB-AL). Em 2013, Randolfe disse que o “grande inimigo da República era o uso privado da coisa pública”, referindo-se a Calheiros.

Diferente

Nesta pandemia, em muitos sábados, a imprensa noticiou: “supermercados abertos, comércio não”. Hoje é ao contrário. Por negociações trabalhistas, o comércio poderá abrir e os supermercados não. Estranho, mas real.

 


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui