Parque do Imigrante de Lajeado poderá levar o nome do empresário Nilo Rotta

Líder comunitário faleceu em fevereiro de 1992 aos 62 anos. Foi presidente da 1ª Fenal (atualmente Expovale), mentor para criação do parque, presidente da Acil, Lajeadense, Saidan e Lions Clube


1
Nome do parque passará a ser Parque do Imigrante Nilo Rotta (Foto: Gabriela Hautrive)

Um dos mentores para fundação do Parque do Imigrante, o ex-empresário Nilo Rotta, falecido em fevereiro de 1992 aos 62 anos, receberá uma homenagem por toda trajetória empreendedora e comunitária em Lajeado e região. Um projeto de lei prevê a mudança no nome do local para Parque do Imigrante Nilo Rotta. A proposta tem autoria dos vereadores Paula Thomas (PSDB), Deolí Gräff (PP) e Mozart Lopes (PP). O documento está tramitando na Câmara de Vereadores e a previsão é para que seja votado na próxima sessão ordinária, no dia 24 de agosto.


ouça a reportagem

 


Conforme o vereador Deolí Gräf, trata-se de uma correção que revoga a lei que dava o nome do Nilo Rota para o Pavilhão 3 do parque, passando a nomear todo o espaço. “Eu e a vereadora Paula Thomas debatemos muito o projeto e chegamos a conclusão que deveremos manter a denominação de Parque do Imigrante por ser uma homenagem de todas as etnias que colonizaram o município e acrescentar o nome do empresário Nilo Rotta”, explica. Rotta foi presidente da 1ª Feira Nacional dos Laticínios (Fenal), que hoje é denominada de Expovale. Também presidiu a Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil), que agora tem o cargo ocupado por seu neto, o empresário Cristian Rota Bergesch.

Neto de Nilo Rotta, empresário e presidente da Acil, Cristian Rota Bergesch (Foto: Gabriela Hautrive)

Segundo Bergesch, seu avô é uma inspiração para toda a família. “Ele faleceu quando eu tinha 18 anos, trabalhei com ele no Weiand Hotel, que foi criado por ele, justamente para receber a Expovale e outros eventos. Lembro que o Grêmio Campeão do Mundo esteve aqui e eu estava junto, então aquilo pra mim foi marcante”, relata. Alguns legados de Rotta, como a conduta social de fazer o bem para comunidade, são ensinamentos que o neto leva até hoje. “Essa homenagem feita pelos vereadores, eu considero uma retificação histórica, pois o vô Nilo faleceu em 1992 e desde lá tem somente uma plaquinha no pavilhão com o nome dele”, pondera o empresário.

Colocar o nome no parque é reconhecer quem criou o embrião de uma das maiores feiras de Lajeado nos segmentos industrial, comercial e de serviços. “A Expovale traz tantas divisas, tantas arrecadações e coisas boas para região, então isso é muito merecido”, completa. A homenagem leva o nome de Nilo Rotta, mas é um reconhecimento para todos os integrantes da família, segundo Bergesch. “A gente segue os passos do que ele criou, sem dúvida nenhuma, ele é o patriarca mais recente da nossa família”, destaca. O presidente da Acil também lembra de outros nomes que contribuíram para realização desse projeto. “Pessoas como Italo Reali, José Alfredo Schierholt e o Roque Lopes, além de outras tantas que articularam muito essa homenagem.”

Nilo Rotta faleceu em 1992 aos 62 anos de vida (Foto: Blog Abrindo o Baú / Divulgação)

Rotta nasceu em julho de 1929, na cidade de Espumoso, e mudou-se para Lajeado para estudar quando ainda era adolescente. Se formou em Técnico em Contabilidade no Colégio São José. Recebeu o título de cidadão lajeadense em 1991, um ano antes do seu falecimento. Nos vales do Taquari e Rio Pardo liderou empresas nos ramos de hotelaria, supermercado e principalmente revenda de veículos. Além de presidente de Acil, presidiu o Clube Esportivo Lajeadense, a Associação de Assistência a Infância e a Adolescência (Saidan) e o Lions Clube Lajeado.

Projeto de Lei 052-01/2021

O Projeto de Lei 052-01/2021 que visa homenagear Nilo Rotta estava na pauta da Câmara de Vereadores na última sessão ordinária realizada nesta terça-feira (17), mas foi adiada e segue em regime normal de tramitação.

Vereador Deolí Gräf é um dos autores do projeto de lei (Foto: Rádio Independente / Arquivo)

O texto do projeto diz que: “revoga as disposições em contrário, principalmente a Lei nº 5593, de 27 de setembro de 1995, e denomina de Parque do Imigrante Nilo Rotta o quarteirão entre as vias: Avenida Alberto Müller, Avenida Parque do Imigrante, Avenida Lourenço Mayer da Silva e Avenida das Azaléias, no Bairro Alto do Parque, Lajeado RS.”

O projeto, que tem autoria dos vereadores Paula Thomas (PSDB), Deolí Gräff (PP) e Mozart Lopes (PP), deve ser votado na próxima terça-feira (24). Segundo o presidente da Acil, Cristian Bergesch, ainda falta uma aprovação dos moradores do Bairro Alto do Parque, mas muitos deles conhecem a trajetória de seu avô, então a tendência é de que haja aprovação.

Texto: Gabriela Hautrive
reportagem@independente.com.br

 

 

 

 

 

1 comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui