“O que mais importa hoje não é ter lucro, é como a gente ganha esse lucro. Não pode mais ser a todo custo”, afirma Thomas Eckschmidt

Entusiasta do capitalismo consciente e consultor do Sicredi fala sobre a importância do consumo local para a economia da região


0
Luis Mario Berbigier, vice-presidente do Sicredi, e Thomas Eckschmidt ex-produtor rural, engenheiro e entusiasta do capitalismo consiente (Foto: Fernanda Kochhann)

Em entrevista para o Acorda Rio Grande desta segunda-feira (18), o ex-produtor rural, engenheiro, consultor e entusiasta do capitalismo consciente Thomas Eckschmidt explica a importância do consumo junto às empresas locais, para o desenvolvimento da região.

Eckschmidt destaca que o cooperativismo é uma das melhores expressões de um capitalismo consciente, pois as pessoas não apenas se servem daquilo que é oferecido, mas integram o grupo. São nessas circunstâncias que se “começa a entender que trabalhando junto a gente é mais forte”.

O consultor ressalta que há um movimento atual por parte das empresas a fim de reverberar lucros em impacto social, principalmente na área da filantropia. Além disso, as pessoas estão mais preocupadas com a forma de ganhar e gerar lucro: “O que mais importa hoje não é ter lucro, é como a gente ganha esse lucro. Não pode mais ser a todo custo”, afirma Eckschmidt

Luis Mario Berbigier, vice-presidente do Sicredi Integração RS/MG, percebe o cooperativismo é muito forte na região e salienta que isso reflete nos índices sociais, educacionais e, consequentemente, aumentam o desenvolvimento humano regional.

Neste sentido, Eckschmidt ressalta que em uma empresa o lucro é concentrado no investidor, já uma cooperativa tem sua preocupação voltada à região porque o valor produzido é redistribuído localmente. Dessa forma, o consultor entende que no momento de fragilidade financeira as pessoas devem procurar pelas instituições que estão cuidando e auxiliando a região e se preocupando com os indivíduos que fazem parte da comunidade, salientando a atuação das cooperativas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui