O que significa o movimento “Free Britney”?

O movimento #FreeBritney ganhou mais um capítulo no dia 23 de junho após Britney Spears falar publicamente e pela primeira vez sobre o controverso arranjo de tutela sob o qual ela vive há 13 anos, e que deu origem ao movimento #FreeBritney impulsionado pelos fãs


0
Foto: Reprodução

O movimento #FreeBritney (“Liberte Britney Spears” em tradução livre) ganhou mais um capítulo no dia 23 de junho após Britney Spears falar publicamente e pela primeira vez sobre o controverso arranjo de tutela sob o qual ela vive há 13 anos, e que deu origem ao movimento impulsionado pelos fãs.

A estrela pop, cuja situação foi tema de um documentário do New York Times, Framing Britney Spears, no início deste ano, participou de uma audiência de revisão de sua tutela em um tribunal de Los Angeles por telefone e disse a juíza Brenda Penny: “Eu só quero minha vida de volta”.

Exigindo o fim da tutela “abusiva”, Spears alegou que foi impedida por sua equipe de se casar e ter outro filho, foi forçada a se apresentar e obrigada a tomar medicamentos contra sua vontade, trazendo à tona o abuso físico e psicológico de seu time de “guardiões”.

Como começou o “Free Britney” e o que significa

Para quem não acompanhou, a eterna ‘Princesa do Pop’ está sob a tutela exclusiva de seu pai, Jamie Spears, desde 2008 por uma ordem judicial, o que significa que ele controla suas finanças e, essencialmente, todos os outros aspectos de sua vida. Apesar de constantemente lutar pelo controle da própria existência, em novembro passado a cantora acabou perdendo a licitação para remover o patriarca de seus assuntos, entretanto, não desanimou.

Spears, então, assumiu uma postura firme e se recusou a voltar a trabalhar enquanto seu pai permanecer no comando. Em paralelo, a fiel e eterna base de fãs da estrela continua promovendo a campanha #FreeBritney, um movimento de pessoas que acreditam — com razão — que a cantora está sendo controlada por seu pai contra sua vontade. Desse modo, a hashtag se tornou viral nas redes sociais onde protestos borbulham diariamente.

Os efeitos do documentário “Framing Britney: A vida de uma estrela”

Toda essa história é o ponto crucial do documentário “Framing Britney Spears”, disponível no Globoplay. Produzido ao lado do The New York Times, a produção é baseada nas reportagens da redação durante o caso da tutela.

Enquanto investiga o processo, o documentário é ambientado em um pano de fundo do mundo misógino do final dos anos 90 e início dos anos 2000 que é incrivelmente ofensivo, visto através das lentes de 2021. Além disso, ele também mostra um lado de Britney que raramente foi celebrado e retratado na mídia ao longo de sua carreira de duas décadas: sua personalidade ferozmente independente, obstinada e incrivelmente resiliente.

Em resumo, “Framing Britney Spears” levantou questões desde o sucesso mundial à queda cruel. Pessoas próximas a Britney Spears e advogados avaliaram sua carreira, enquanto ela batalha com o pai no tribunal sobre quem deve controlar sua vida.

Fonte: Vogue.Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui