Oito militares do Exército são condenados por mortes de músico e catador no Rio de Janeiro

Carro em que Evaldo estava com a família indo para um chá de bebê foi confundido com o de bandidos e atingido por 82 tiros de fuzis


0
Foto: AF Rodrigues / Agência Pública

Por três votos a dois, oito militares do Exército foram condenados na madrugada desta quinta-feira (14) por matar o músico Evaldo dos Santos Rosa, de 51 anos, e o catador de materiais recicláveis, Luciano Macedo, em abril de 2019, em Guadalupe, Zona Norte do Rio de Janeiro. A sentença foi anunciada depois de mais de 15 horas de julgamento.

Segundo a decisão, o tenente Ítalo da Silva Nunes, que chefiava a ação, foi condenado a 31 anos e seis meses de reclusão, e os outros sete militares foram condenados a 28 anos de reclusão, pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio. Outros quatro militares que estavam no local no dia do crime foram absolvidos, já que não teriam atirado contra as vítimas. Os 12 foram absolvidos pelo crime de omissão de socorro.

A defesa informou que vai recorrer da decisão e que os réus vão responder em liberdade, até que se esgotem os recursos. O julgamento aconteceu na Justiça Militar, na Ilha do Governador, Zona Norte da cidade, e contou com a participação de cinco magistrados, sendo quatro deles militares.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui