Operação de 16 horas ergue elefante que caiu em poço de 20 metros

Primeira tentativa não teve sucesso, pois o animal começou a empurrar o equipamento utilizado na operação de resgate.


0
Elefante foi resgatado com o uso de um guindaste na cidade de Dharmapuri, em Tamil Nadu, na Índia (Imagem: AFP)

Um elefante-asiático (Elephas maximus) caiu dentro de um poço de 20 metros de profundidade enquanto procurava comida próximo a uma vila na cidade de Dharmapuri, na Índia, e teve que ser resgatado com um guindaste. A missão de salvamento, que ocorreu na semana passada, demorou um total de 16 horas e mobilizou dezenas de guardas florestais e bombeiros.

Tudo começou quando moradores “ouviram sons e viram que o animal havia caído no poço”, segundo relatou o guarda-florestal Rajkumar, à agência de notícias AFP.

O oficial acrescentou ainda que, à procura de comida, o elefante pode ter se deparado com cachorros e se assustou, caindo dentro do poço.

Os moradores locais se preocuparam ao ver o gigante embaixo da perfuração, já que o animal poderia morrer se não fosse resgatado.

Então foram acionados os bombeiros e guardas florestais que, inicialmente, pensaram em bombear a água do poço onde o elefante estava preso para ajudar no processo de retirada do animal. Mas, os oficiais não tiveram sucesso nesta tentativa, uma vez que o bicho começou a empurrar o equipamento utilizado na operação.

Assim, o animal de 2,4 metros foi sedado com disparos de dardos tranquilizantes. A seguir, tiras foram colocadas nos pés do elefante sedado até que o guindaste o içasse de cabeça para baixo até a superfície. O animal passou então por um monitoramento de meia hora até poder se recuperar e ser liberto. De acordo com a AFP, existem 30 mil elefantes-asiáticos atualmente vivendo na Índia. Cerca de 60% dos animais da espécie vive em território indiano.

Fonte: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui