Pai que abusava sexualmente das filhas é condenado a 33 anos e 4 meses de prisão

Crime foi denunciado em 2010 após as crianças relatarem a mãe os abusos ocorridos entre 2000 e 2003


0
Foto: Ilustrativa

Um homem, de 48 anos na época dos fatos, foi condenado a 33 anos e 4 meses de prisão em regime fechado por ter abusado sexualmente das duas filhas, desde a infância delas, na residência onde moravam em Sapucaia do Sul. A prática de atos diversos da conjunção carnal ocorria quando a esposa, mãe das meninas, com quem mantinha um relacionamento há mais de 20 anos, saía de casa para trabalhar. A sentença foi proferida na terça-feira (25) pelo Juiz de Direito Roberto de Souza Marques da Silva, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Sapucaia do Sul.

Segundo a denúncia do Ministério Público, os crimes eram praticados à noite, enquanto a mãe das crianças atuava em plantões na área da saúde. Conforme a decisão, as vítimas relataram em depoimento terem sido obrigadas a manter a situação em segredo sob a ameaça do réu de matar a esposa, mãe das vítimas.

A mãe das crianças ficou sabendo dos fatos, que ocorreram entre 2000 e 2003, somente em 2010, quando ela e as filhas informaram o caso à polícia. O réu foi condenado por atentado violento ao pudor com vulnerabilidade presumida, conforme legislação à época vigente, cuja conduta atualmente está inserida dentro do delito de estupro de vulnerável.

No depoimento da mãe, ela conta que uma das filhas, após o ocorrido, desenvolveu ansiedade, bipolaridade, passou a ser usuária de drogas, sendo submetida a internações.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui