Paim lê parecer alternativo à reforma trabalhista e pede rejeição integral


0
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

O senador Paulo Paim (PT-RS) iniciou na manhã desta terça-feira (6) a apresentação de um voto em separado sobre a reforma trabalhista. O voto em separado funciona, na prática, como um parecer alternativo que pode ou não ser apreciado pelos demais senadores.

O parecer do petista defende a rejeição integral ao projeto da reforma trabalhista e o documento trata especialmente de três temas: condições de trabalho, organização sindical e negociações coletivas.

Ainda transcorre a reunião da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado para votar o relatório da reforma trabalhista (PLC 38/2017). O relator Ricardo Ferraço (PSDB-ES) é favorável à reforma e, em seu parecer, não fez nenhuma mudança no texto recebido da Câmara.

Ele defende que o texto seja aprovado sem alterações e que o presidente Michel Temer vete pontos do projeto.

Fonte: Correio do Povo/ Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui