Palestra aborda a importância da música na vida das pessoas em Arroio do Meio

A palestra-show foi ministrada pela psicanalista e jornalista Dirce Becker Delwing e pelo músico Nando Rosa


0

A ONG Coração Azul – Associação Pró Autista de Arroio do Meio realizou na última semana um evento voltado às pessoas que convivem diariamente com quem possui o transtorno do espectro autista. A ação ocorreu no auditório da Escola Municipal São Caetano e envolveu pais, cuidadores, professores e monitores. Também participaram do encontro a vice-prefeita Adriana Meneghini Lermen, a secretária de Educação, Iliete Winck e a coordenadora da Educação Infantil, Adriana Hammes.

A palestra-show, ministrada pela psicanalista e jornalista Dirce Becker Delwing e pelo músico Nando Rosa, teve como objetivo abordar a importância da música na vida das pessoas. “Planejamos um evento pensando na importância de cuidar de quem cuida, afinal, é preciso estar bem para poder ajudar alguém”, destaca a presidente da ONG, Cirlei Fátima Hochscheidt.

A vice-prefeita Adriana parabenizou os envolvidos pelo encontro, ressaltando a importância de ações como essa. “O que importa é fazer o que acreditamos e da nossa melhor forma, sem regras e sem receita pronta. Somos únicos, somos incomparáveis embalados pela música”. O evento também contou com sorteio de brindes oferecidos por empresários do município.

O processo de fundação da ONG está perto de ser finalizado. No momento há cerca de 20 famílias participantes no grupo do WhatsApp, além de profissionais como professores e demais terapeutas. “Estamos plantando uma sementinha que, com o engajamento das famílias e o apoio do poder público, com certeza dará bons frutos a essa causa que tanto necessita de visibilidade, tendo em vista a demanda crescente e a carência de atendimentos adequados”, enfatiza Cirlei. A ONG tem como vice-presidente Eliana Pereira Duarte.

Carteiras de Identificação do Autista

Em abril, a Administração Municipal fez a entrega das Carteiras de Identificação do Autista para 13 famílias arroio-meenses, beneficiando crianças, adolescentes e adultos. O documento auxilia na identificação de pessoas portadoras do espectro do autismo, bem como de suas respectivas famílias em estabelecimentos comerciais, bancos e farmácias. Além disso, os portadores da carteirinha terão agilidade nos atendimentos na área da saúde para consultas de rotina com médico e dentista.

Ao longo do ano o Centro de Referência em Assistência Social (Cras) ofertará às famílias palestras e rodas de conversa com profissionais especializados na área, para abordar assuntos específicos que englobam o transtorno do espectro autista. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui