Pandemia aumenta riscos associados ao tráfico de drogas

Escritório da ONU teme que os governos diminuam os orçamentos dedicados à prevenção e atenção dos consumidores, mas também que reduzam o financiamento da luta internacional contra o tráfico de drogas.


0
Imagem de apreensão de tráfico de drogas em Hortolândia, no interior de São Paulo (Foto: Acervo/Delegacia de Investigações Gerais de Americana)

Aumento previsível do tráfico de drogas, consumo de substâncias mais nocivas e diminuição dos orçamentos da saúde pública: a pandemia de coronavírus intensifica os riscos associados ao tráfico de drogas, alerta um relatório do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC).

Em seu relatório anual sobre drogas, a entidade compara o impacto da pandemia de Covid-19 no mercado de drogas com o provocado pela crise financeira de 2008.

O aumento do desemprego e a falta de oportunidades econômicas podem levar “os pobres e mais desfavorecidos a atividades ilícitas relacionadas às drogas, sejam elas de produção ou tráfico”, alerta a agência.

A agência pede aos Estados que “se mostrem mais solidários e ajudem particularmente os países em desenvolvimento a combater o tráfico” e a tomar medidas para tratar as doenças vinculadas ao consumo de drogas.

O fechamento das fronteiras e outras restrições devido à pandemia causaram escassez no mercado de drogas, aumentando os preços e reduzindo a pureza das substâncias, diz o relatório.

Os traficantes de drogas agora dependem mais das travessias marítimas, principalmente a cocaína da América do Sul.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui