Pandemia do plástico: Covid-19 joga no lixo sonho da reciclagem

Crise gerada pelo coronavírus intensificou uma guerra de preços entre produtores de plástico. Recicladores do mundo saíram perdendo.


1
Toneladas de plástico são despejadas em centro de processamento em Seixal, Portugal, em foto de 7 de julho (Foto: Rafael Marchante/Reuters)

A pandemia de coronavírus disparou uma corrida por plástico. De Wuhan a Nova York, a demanda por protetores faciais, vasilhames, luvas e embalagens disparou. E como a maior parte destes produtos não pode ser reciclada, seu destino final é o lixo.

Mas há outra consequência. A pandemia intensificou uma guerra de preços entre plástico reciclado e virgem, produzido pela indústria petroquímica. É uma guerra em que os recicladores do mundo estão perdendo, segundo dados de preços e executivos.

“As pessoas estão enfrentando muitas dificuldades”, disse à Reuters o presidente-executivo da Fukutomi Recycling, de Hong Kong, e presidente da Associação de Descarte de Plástico.

O motivo para isso é que o ciclo de criação de quase todo plástico começa com combustível fóssil. A desaceleração da economia global derrubou a demanda por petróleo, induzindo uma derrocada nos preços de plásticos virgens.

Desde 1950 o mundo produziu 6,3 bilhões de toneladas de lixo plástico e 91% disso nunca foi reciclado, segundo levantamento da revista científica Science. A maior parte desse material é difícil de ser reciclada e muitos recicladores dependem há muito tempo de incentivos governamentais. Já o plástico virgem custa metade do preço do plástico reciclado mais comum.

Desde o surgimento da pandemia de Covid-19, mesmo garrafas de bebidas feitas de plástico reciclado, o tipo mais reciclado, se tornaram menos viáveis. O plástico reciclado para produzi-las está 83% a 93% mais caro que uma garrafa nova, segundo dado da Independent Commodity Intelligence Services (ICIS).

Fonte: G1

1 comentário

  1. Aqui no Brasil o problema foi que os catadores ganhando o dinheiro do auxílio deixaram de sair as ruas para trabalhar o que está ocasionando a falta de plástico para reciclar e tornando a matéria prima mais cara. Falo pq trabalho com isso.Tem que ensinar o povo a pescar e não dar o peixe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui