Pandemia eleva procura por cursos profissionalizantes; trabalhadores buscam se recolocar no mercado

Uma das alternativas é buscar um curso em que possam obter uma formação rápida


0
Paulo Ruppenthal, proprietário das escolas profissionalizantes Instituto Mix (Foto: Tiago Silva)

Os trabalhadores se reinventam para se recolocar no mercado de trabalho em meio à pandemia de coronavírus. Uma das alternativas é buscar um curso em que possam obter uma formação rápida, ou até mesmo se inserir na área antes da conclusão, para trazerem renda para dentro de casa. Essa é a percepção do empresário Paulo Ruppenthal, proprietário das escolas profissionalizantes Instituto Mix de Lajeado e Venâncio Aires.


ouça a entrevista

 


 

Em entrevista ao Redação no Ar nesta segunda-feira, ele notou uma queda na procura, quando a pandemia de coronavírus eclodiu. Porém, quando as pessoas entenderam melhor a situação, e com os reflexos econômicos da crise de saúde, houve uma reorganização.

O Instituto Mix oferta cursos nas áreas de administração, beleza, construção civil, gastronomia, idiomas, moda, saúde e tecnologia. Anteriormente à pandemia, já trabalhava com projetos individualizados e, por isso, pode dar sequência a esses.

Já aqueles que carecem de atividades práticas ficaram prejudicados e precisaram ser adaptados. As aulas remotas ganharam corpo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui