Pandemia faz mercado perder 1 bilhão de turistas e R$ 7 trilhões

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 18h.


0
Foto: Reprodução / Pixabay

O ano de 2020 terminou como o pior da história do turismo, com 1 bilhão de chegadas internacionais a menos em todo o mundo e perdas de 1,07 trilhão de euros, cerca de R$ 7 trilhões, em receitas de exportação, devido à covid-19, caindo de volta aos níveis de 1990. Os números representam uma baixa de 74% no volume de turistas em comparação com 2019, devido a uma queda sem precedentes na demanda e restrições generalizadas de viagens, em comparação com um declínio de apenas 4% registrado durante a crise econômica global de 2009, segundo informações divulgadas nesta quinta-feira pela Organização Mundial do Turismo (OMT). Fonte: R7


OUÇA O PROGRAMA 


Rio Grande do Sul registra hoje 3.693 novos casos e 55 óbitos em decorrência do coronavírus

O Rio Grande do Sul registra nesta quinta-feira (28), 3693  novos casos de Covid-19 e chega a um total de 540.157. O número estimado de recuperados é de 515.605  (95% dos casos); em acompanhamento, 13.930 (3%); e 10.567  óbitos no total, sendo 55  divulgados nesta quinta pelo Estado. Entre os óbitos divulgados, dois ocorreram em dezembro e os demais ocorreram entre os dias 02 e 28 de janeiro.Além disso, o Rio Grande do Sul já tem 122.890 pessoas vacinadas contra a doença. Fonte: Governo do RS

Bolsonaro critica medidas restritivas: ‘Brasileiro é forte, não tem medo’

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) criticou as medidas restritivas tomadas por prefeitos e governadores em razão do do aumento de casos de Covid-19 pelo país, ao participar da inauguração de uma ponte sobre o rio São Francisco, na divisa entre Sergipe e Alagoas, nesta quinta-feira (28).
“O povo brasileiro é forte, não tem medo do perigo. Nós sabemos quem são os vulneráveis: os mais idosos e os com comorbidade. O resto tem que trabalhar. Meu pai sempre me ensinou: se coloque no lugar de outras pessoas antes de tomar uma decisão. Se eu fosse um dos muitos de vocês, obrigados a ficar em casa, ver esposa, três quatro filhos e eu como chefe do lar não ter como levar comida para casa, eu me envergonharia”, disse. Fonte: CNN Brasil

Ministro do Supremo nega priorizar vacinação de pessoas com deficiência

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou na quarta-feira (27) uma liminar para obrigar o governo a considerar todos as pessoas com deficiência como grupo prioritário na vacinação contra Covid-19. O pedido foi feito pelo Podemos, numa ação de descumprimento de preceito fundamental. Entre outros argumentos, o partido havia alegado que o atendimento prioritário previsto na Lei Brasileira de Inclusão (Lei n. º 13.146/2015) abarca também, caso específico da pandemia, “o recebimento prioritário de vacinas, cuidados intensivos em salas de UTI e no uso de respiradores”. Fonte: O Sul

Com novo método, pesquisa sobre coronavírus terá mais duas etapas

A pesquisa que busca estimar o número de pessoas que já contraíram o novo coronavírus no Rio Grande do Sul terá mais duas etapas, confirmou o governador Eduardo Leite em transmissão ao vivo nesta quinta-feira (28). A primeira será realizada entre 5 e 8 de fevereiro e traz um diferencial em relação às anteriores: a inclusão de um novo teste de anticorpos para a Covid-19, ao lado dos testes rápidos e entrevistas que já fazem parte dos procedimentos de coleta de dados do estudo. Fonte: Governo do RS

Apesar de apelo feito por Bolsonaro, sindicatos confirmam greve de caminhoneiros

Apesar do apelo do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), feito a caminhoneiros nessa quarta-feira (27), os sindicatos da categoria afirmaram que a greve está mantida.Um ofício enviado ao governo federal pelo Conselho Nacional de Transportes Rodoviários de Cargas (CNTRC) confirma a paralisação para esta segunda-feira (1º), caso as reivindicações da categoria não sejam atendidas. O grupo sindical afirma ter 40 mil filiados em 22 estados brasileiros. Entre as demandas dos caminhoneiros, estão uma aposentadoria especial para o setor, piso mínimo estabelecido para frete e fiscalização mais atuante da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Fonte: CNN Brasil

Operação resgata cerca de 110 pessoas em situação de escravidão

Desde o início da semana passada, cerca de 110 pessoas foram tiradas de situações análogas à escravidão pela Operação Resgate. A ação está sendo realizada em 23 unidades da federação e conta com membros da Polícia Federal, do Ministério Público do Trabalho (MPT), da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), do Ministério Público Federal (MPF) e da Defensoria Pública da União (DPU).
A maior ação foi em Goiás, onde 24 pessoas foram retiradas de uma plantação de laranja. No mesmo estado, uma pessoa foi resgatada após trabalhar 15 anos em troca de moradia. Os dados foram apresentados nesta quinta-feira (28), dia nacional de combate ao trabalho escravo. Entre os resgatados se destacam ainda dois adolescentes em Minas, três indígenas no Mato Grosso do Sul, cinco pessoas que eram exploradas num parque de diversões em Pernambuco, 11 resgatados em um garimpo na fronteira entre a Paraíba e o Rio Grande do Norte e duas pessoas com deficiência que eram exploradas no Rio Grande do Sul. Fonte: Agência Brasil

Teste mais ágil para detecção do coronavírus começa a ser usado em Canoas

O enfrentamento da pandemia de coronavírus conta, a partir desta quinta-feira (28), com uma novidade em Canoas: o teste rápido de detecção de antígeno, cujo tempo de resposta é de 15 minutos a 20 minutos. Com a chegada de 4,5 mil exames adquiridos pela Prefeitura, a Secretaria Municipal da Saúde realizou na quarta-feira (27) uma capacitação dos profissionais dos hospitais de Pronto Socorro, Universitário e Nossa Senhora das Graças e das duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), responsáveis pela aplicação neste primeiro momento. Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui