Para conter protestos, Peru determina toque de recolher

Há duas semanas, peruanos vão às ruas contra aumento de combustíveis


0
Foto: Sebastian Castaneda/Direitos reservados

O presidente peruano, Pedro Castillo, impôs um toque de recolher na capital Lima, nesta terça-feira (5), na tentativa de conter os protestos contra o aumento dos custos de combustíveis e fertilizantes que se espalharam por todo o país.

“O gabinete concordou em declarar a proibição da mobilidade dos cidadãos das 2h às 23h59 de terça-feira, 5 de abril, para proteger os direitos fundamentais de todas as pessoas”, disse Castillo em um discurso transmitido em todo o país na noite de segunda-feira 4.

Uma onda de protestos contra o aumento dos preços dos combustíveis e fertilizantes, desencadeada pela invasão da Ucrânia pela Rússia, continuou pela segunda semana, enquanto o governo luta para reduzir os preços.

Os protestos representam uma dura realidade para a presidência em apuros do esquerdista Pedro Castillo, que venceu as eleições no ano passado. Em seus oito meses no cargo, Castillo sobreviveu a duas tentativas de impeachment e trocou inúmeros membros de seu gabinete.

Fonte: Revista Oeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui