Para evitar prejuízos a agricultores, ponte da Tangará Foods não será bloqueada em Estrela, garante secretário

Já a ponte que liga o Bairro Boa União à Linha São José foi interditada pela administração municipal


0
Foto: Joel Alves

A Prefeitura de Estrela não interditará a ponte nas proximidades da Tangará Foods, na Estrada Municipal Boa Vista, no interior do município. A hipótese chegou a ser cogitada, mas foi descartada em função do prejuízo que a medida causaria a agricultores que utilizam a ponte como passagem diária em suas atividades rurais. A informação foi confirmada pelo secretário da Infraestrutura Urbana de Estrela, Edson Diehl, em entrevista à Rádio Independente na manhã desta quinta-feira (25).


ouça a entrevista

 


O fluxo de veículos chegou a ser interditado na tarde da terça-feira (23), quando uma carreta ficou trancada na via, e foi liberada na manhã desta quarta-feira (24). Atualmente, está liberado apenas a passagem de veículos leves pela ponte da Tangará Foods. A Prefeitura de Estrela instalou placas de sinalização no local e colocou cargas de terra para restringir a passagem de caminhões. Com a restrição, só podem passar veículos que possuem até 30 toneladas de peso total bruto.

“Temos uma ponte extremamente perigosa, ela é um S. Um caminhão cumprindo não consegue fazer a curva, e causa muito risco. A preocupação do município é evitar que aconteça outra tragédia”, explica Diehl. Por outro lado, o secretário lembra do caso dos moradores: “Temos uma comunidade que está em época de colheita, e tem muitos agricultores. Eles precisam daquele acesso para se deslocarem com as suas máquinas, com seus implementos agrícolas, e a gente não pode causar mais um problema para a comunidade local”, ressalta.

Prefeitura utilizou cargas de terra para restringir tráfego no desvio da Tangará Foods e na Linha Geraldo (Foto: Divulgação)

Já a ponte que liga os bairros São José e Boa União foi interditada pela administração municipal na sexta-feira (19). A estrutura de ferro e madeira, construída em 1949 pelo Exército, foi comprometida nos últimos dias pelo excesso de fluxo desde que um acidente na BR-386 sobre o Arroio Boa Vista comprometeu a passagem de veículos pesados sobre a rodovia federal.

Antes do acidente, a ponte registrava passagem de cerca de 1,8 mil veículos por dia. Após, chegou a ter fluxo de até 7,5 mil carros e motos. Com isso, a estrutura da ponte que liga a Rua João Lino Braun, no Bairro Boa União, à Rua Adauto Cardoso, na Linha São José, ainda na zona urbana do município, ficou comprometida.

Prefeitura instalou bloqueadores na ponte entre o Bairro Boa União e a Linha São José (Foto: Divulgação)

O secretário de Infraestrutura Urbana de Estrela, Edson Diehl, explica que a administração analisa o que fazer. Um laudo foi realizado, e os engenheiros constataram necessidade de bloqueio. “Vai ser feito um estudo dela, vamos ver se tem condições de recuperar essa ponte. E estamos lutando por uma ponte nova. A gente precisa buscar uma ponte de duas vias, sabendo que esse fluxo de veículos para Colinas e Imigrante também é muito importante”, coloca.

Melhorias nas estradas

A Prefeitura de Estrela discute com a CCR ViaSul, com a administração de Lajeado e órgãos públicos formas de qualificar a passagem por estradas do interior, que estão sendo mais exigidas nas últimas semanas. O secretário Edson Diehl diz que a concessionária que administra a rodovia federal cedeu uma equipamento de fresagem, que ‘raspa’ o asfalto para melhorar as condições para os veículos transitarem.

Na opinião do titular da pasta de Infraestrutura Urbana de Estrela, a CCR deveria dar maior assistência com placas e sinalização, de acordo com o contrato, porque a situação da rodovia federal afeta diretamente às acessórias. Ele lamenta que o diálogo com a empresa seja “burocrático”.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui