Para polícia, vítima de incêndio em Teutônia tentou sair de casa ao perceber o fogo

Levantamentos do IGP indicam possível sinistro acidental


0
Foto: Polícia Civil / Divulgação

Uma mulher, identificada como sendo Genilda Terezinha da Costa (51), morreu carbonizada em um incêndio residencial na madrugada desta sexta-feira (7), no Bairro Canabarro, em Teutônia. O fato se passou na Rua Tiradentes.

Os Corpos de Bombeiros Militar de Estrela e Voluntários de Teutônia fizeram o combate das chamas e rescaldo na estrutura de madeira de aproximadamente 60 metros quadrados.


delegado fala sobre a investigação

 


Conforme o registro da ocorrência na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), Genilda residia no local com a mãe, mas esta não estava em casa. A vítima também tomava medicamentos para dormir.

A Polícia Civil esteve no local na manhã desta sexta-feira (7) acompanhando os levantamentos do Instituo-Geral de Perícias (IGP) de Porto Alegre. Conforme o delegado Dinarte Marshall Júnior, em função da grande destruição causada pelo fogo, com muito material combustível, havendo o colapso da estrutura, os peritos não conseguiram apontar o ponto exato onde começou o incêndio.

Foto: Polícia Civil / Divulgação

Para o delegado, os peritos afirmaram que não houve o uso do que chamam de acelerante, para começar o fogo, o que indica que não foi algo criminoso, e sim, acidental. A vítima foi encontrada perto do banheiro e cozinha do imóvel, distante do quarto em que dormia, o que leva a Polícia a entender que a vítima tentou deixar o local ao perceber as chamas.

Alguns vizinhos foram ouvidos pela polícia, os quais relataram que o fogo se alastrou rapidamente e as estruturas da casa logo desabaram, entre elas, o telhado.

O delegado reforça o entendimento de um incêndio acidental, que pode ter sido provado por algum curto circuito ou até mesmo uma vela acesa, tendo em vista Genilda ser uma pessoa bastante religiosa.

O corpo passou por necropsia no Departamento Médico-Legal (DML) de Lajeado. MS


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui