Paróquia Santo Inácio celebra Corpus Christi com programação adaptada às restrições da pandemia

Tradicional confecção dos tapetes na rua foi substituída por doação de alimentos e cobertores


0
Foto: Luís Fernando Wagner

A Paróquia Santo Inácio de Loyola de Lajeado, realiza, nesta quinta-feira (3), programação especial alusiva ao dia de Corpus Christi. Por outro lado, a tradicional atividade da data, a confecção dos tapetes na rua, precisou ser adaptada, em função das restrições impostas pela pandemia da Covid-19. “A questão solene, dos tapetes, nós permutamos para dentro da igreja. No corredor central, formaremos um tapete com cobertores, como sinal de solidariedade”, explica o pároco Valdir José Biazibetti. Além dos cobertores, os fiéis também doarem alimentos não perecíveis, que serão doados para famílias em situação de vulnerabilidade social.


ouça a reportagem 

 


 

A programação de Corpus Christi da Paróquia Santo Inácio de Loyola, nesta quinta-feira (3) contempla missas às 8h30 e às 15h, na Igreja Matriz, na Rua Bento Gonçalves, no Centro da cidade.

Corpus Christi

A celebração de Corpus Christi é uma invenção medieval, de 1209, quando a freira agostiniana Juliana de Mont Cornillon (1193-1258) passou a ter visões que, segundo ela depois relatou ao então cônego Tiago Pantaleão (1195-1264), solicitavam à Igreja que houvesse uma festa em honra ao sacramento da eucaristia. Em 1261, Pantaleão se tornou papa e assumiu o nome de Urbano IV. Dois anos mais tarde, um milagre teria acontecido em Bolsena, na região de Roma — o relato é de que um padre viu escorrer sangue da hóstia enquanto celebrava a eucaristia. Em função disso e recordando as confidências da freira, Urbano instituiu a festa de Corpus Christi.
Os tapetes

Os tapetes de Corpus Christi são uma tradição católica popular, que é comum em várias cidades do Brasil e Portugal, sendo confeccionados durante a celebração do dia de Corpus Christi. A prática, surgida em Portugal e posteriormente difundida no Brasil durante o período colonizatório, consiste na confecção de representações de cenas bíblicas, objetos devocionais ou simples temas ornamentais sobre as ruas em que a procissão da Eucaristia passará, o de mais costume, são desenhos que fazem alusão à figura de Cristo, do pão e do cálice. Os tapetes, tradicionalmente confeccionados de serragem e sal coloridos, empregam nos dias atuais uma gama de materiais, tais como borra de café, areia, flores, farinhas, dentre outros. LF/Wikipedia

Vídeo: Luís Fernando Wagner

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui