Patrulha Rural é apresentada à comunidade estrelense

Lançamento oficial do novo serviço foi realizado na noite desta quarta-feira (13), no Distrito da Delfina


0
Prefeito e o comandante da Brigada no Vale (Foto: Divulgação)

O Distrito da Delfina foi o escolhido para ser o anfitrião do lançamento oficial da Patrulha Rural de Estrela. O novo serviço, uma parceria do Governo de Estrela e a Brigada Militar, foi apresentado à comunidade na noite desta quarta-feira (13). A atividade, que será desenvolvida por uma guarnição específica, deverá ampliar a segurança junto à área rural, ao mesmo tempo em que permitirá uma resposta mais rápida e efetiva do policiamento ostensivo. A próxima etapa será o desenvolvimento do projeto de georreferenciamento das propriedades rurais.

Além de moradores locais, compareceram ao ato líderes comunitários e moradores de outras localidades do interior; o prefeito de Estrela, Elmar Schneider, e o vice João Carlos Schäfer; equipes e lideranças da Brigada Militar; secretários municipais; vereadores; presidente de associações, imprensa e demais convidados. Uma apresentação do Coral Santa Cecília abriu a noite, que foi seguida da apresentação dos objetivos da Patrulha Rural, e de como está operará, sua equipe e seu número de telefone/WhatsApp (51 9 8044-4357), como também do projeto do Georreferenciamento Rural, que será um aliado do serviço.

A Patrulha Rural contará com dois veículos e inicialmente uma equipe formada pelo segundo sargento Valdir Schwarts, que será o comandante da guarnição, junto aos soldados Eduardo Gass e a Tanelise Aline Brats. Entre os diferenciais, o domínio do idioma alemão. Esta patrulha irá realizar rondas, abordagens e estará à disposição das comunidades. No entanto, eles não serão de atendimento exclusivo à área rural e em alguns momentos a Brigada poderá ter que destacar outros servidores do efetivo.

O novo comandante da Brigada Militar do Vale do Taquari (CRPO-VT), coronel Gilson Wagner de Oliveira Alves, ressalta: “Estou chegando agora à região, ainda me adaptando e conhecendo este cenário, mas presencio desde já um trabalho muito forte e focado naquilo que é essencial no combate ao crime, que se trata da prevenção, como é o caso deste projeto. E a Brigada Militar vai ser sim sempre parceira nesta e outras ações com este propósito.”

Avanços

O prefeito Schneider destacou os avanços que estão sendo conquistados nas mais diversas áreas pela administração, inclusive a da segurança. “Mesmo com a redução do número de secretarias, que passou de 11 para oito na atual gestão, vimos a importância da segurança. Tanto que a incorporamos à pasta da administração municipal, e para fazer parte de sua equipe contamos com servidores totalmente integrados e a este mundo, como é o caso do secretário municipal de Administração e Segurança Pública, comandante César Augusto Pereira da Silva, e o coordenador do gabinete de Segurança Pública, major Marcelo de Abreu Fernandes, ambos de grande trajetória na Brigada Militar, inclusive em nossa cidade e região. Avanços se conquistam com união, parcerias, e o resultado disto estamos vendo aqui”, afirma. “E novos passos estão sendo tomados. Temos agora o projeto do georreferenciamento rural, e trabalhamos forte junto ao Governo do Estado para obtermos a municipalização da Transantarita, que integra a RS-129, o que caso aprovado poderá possibilitar muitos investimentos no que resultará também em mais segurança a esta área e ao nosso município como um todo”, frisa.

O secretário municipal de Administração e Segurança Pública, César Augusto Pereira da Silva, destaca que a patrulha será um divisor de águas na segurança das comunidades do interior. “O foco deve ser na prevenção, para ampliar a sensação de segurança com uma guarnição que será responsável por este atendimento”, ressalta.

O presidente da Câmara de Vereadores, Márcio Mallmann, representante da Delfina, comemora. “Estamos hoje celebrando mais um grande avanço na conquista de um mundo rural mais seguro.”

Identificação

A capitã Carmine Brescovitt, que coordenará a Patrulha Rural, explica: “Além de visarmos mais agilidade e eficiência no atendimento, o que se buscará também com o georreferenciamento, é criarmos uma maior identificação da equipe, que será própria, com os moradores e as localidades do interior”, explica.

Conforme o comandante da Brigada Militar, major Fábio Kuhn, o atendimento também será diferenciado pois os policiais que atuam na Patrulha Rural falam o idioma alemão. “Para muitos moradores isto é fundamental, pois a compreensão das demandas e dos problemas – por parte da população – passa pelo entendimento do idioma. Falar alemão estreita também a relação entre os policiais e os moradores atendidos pela patrulha.”

Tecnologia para acelerar atendimentos

Junto da Patrulha Ambiental, o Governo de Estrela apresentou o projeto de georreferenciamento das propriedades rurais. A iniciativa, inspirada no modelo do município de Chapecó, em Santa Catarina, tem por objetivo acelerar a resposta em uma situação de emergência. O sistema catarinense já está em funcionamento há 20 anos, tornando-se referência neste tipo de atendimento.

O coordenador do gabinete de Segurança Pública, Marcelo de Abreu Fernandes, explicou aos presentes que o Governo contratou uma empresa especializada para realizar o serviço de mapeamento via GPS, para atualizar as informações sobre o interior de Estrela. “A empresa contratada utilizará as coordenadas de satélite para identificar as propriedades. Cada morador receberá um código, que será fixado em frente à residência, para uma melhor identificação”, explica.

Ao solicitar o atendimento – que além da Patrulha Rural engloba o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Corpo de Bombeiros e Defesa Civil – o morador só precisa informar o código. A chave será formada pelas iniciais “ES”, de Estrela, acrescida de quatro números. “Imagine que em uma situação de emergência, fica muito mais fácil apenas dizer o código do que todo o endereço, para encurtar o tempo de resposta”, diz Fernandes.

Com o código será possível localizar, por meio de um aplicativo, o endereço exato de onde foi emitido a chamada, acelerando o descolamento da equipe responsável pela prestação do serviço. “Esta identificação será utilizada também pelos serviços do município, como forma de encontrar, com maior rapidez, a família ou propriedade que necessita do atendimento público”, complementa o coordenador. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui