Pazuello diz que governo comprará qualquer vacina com registro na Anvisa

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 8h.


0
Foto: GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou — em declaração à imprensa no Palácio do Planalto — que o governo federal comprará qualquer vacina contra a Covid-19 com registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo Pazuello, o ministério “acompanha a evolução de imunizantes em passos acelerados e com total responsabilidade”. Sem se referir a governadores, ele disse que compete ao ministério o planejamento da vacinação em todo o país. Nesta terça, o ministro se reuniu com governadores. Após o encontro, os gestores estaduais informaram que o Ministério da Saúde deve apresentar nesta quarta (9) um plano de logística para distribuição das vacinas. Governadores também declararam que imunizantes contra a Covid-19 que conseguirem registros em agências internacionais deverão ser liberadas para uso emergencial no Brasil. Segundo os governos estaduais, a Anvisa terá 72 horas para se manifestar sobre essa liberação. Se o prazo acabar e não houver manifestação da Anvisa, a autorização excepcional fica concedida. Fonte: G1

Vacina da Pfizer tem ‘perfil de segurança favorável’, afirma agência reguladora americana

A FDA, a agência reguladora dos Estados Unidos equivalente à Anvisa brasileira, confirmou a segurança e eficácia de 95% da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelos laboratórios Pfizer e BioNTech. Segundo relatório, o imunizante não apresenta riscos de segurança para impedir sua autorização. A agência deve decidir se autoriza a vacina dentro de dias ou semanas. Fonte: G1

Brasil registra 796 mortes pela Covid-19 em 24 horas

O país registrou 796 mortes pela Covid-19 em 24 horas, chegando ao total de 178.184 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes foi de 617, a mais alta registrada desde 7 de outubro — nesse dia, a média foi de 631. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 6.675.915 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 47.850 desses confirmados no último dia. Fonte: G1

Governo lança Casa Verde e Amarela, programa habitacional com foco no Norte e no Nordeste

O Senado aprovou a medida provisória que cria o programa habitacional Casa Verde e Amarela, concebido pelo governo Bolsonaro para substituir o Minha Casa, Minha Vida. A medida provisória foi editada em agosto, quando entrou em vigor. Contudo, precisava ser aprovada pelo Congresso até fevereiro de 2021 para não perder a validade. Como houve modificações durante a tramitação, o texto segue agora para a sanção do presidente Jair Bolsonaro, que pode vetar ou confirmar as mudanças feitas pelos parlamentares. Fonte: G1

Projeto vai congelar valor venal do IPTU e ITBI para 2021 em Bom Retiro do Sul

Administração Municipal de Bom Retiro do Sul enviou para o Legislativo Municipal, o Projeto de Lei N° 118/2020, que visa congelar o valor venal dos imóveis constantes na planta de valores que incidem no Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) e no Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI). O projeto visa manter o valor venal do exercício 2020 para o exercício 2021, sem atualização. A manutenção dos valores não implicará em impacto no orçamento para o ano de 2021. Para entrar em vigor, o projeto precisa ser aprovado pela Câmara de Vereadores. CS

Assembleia aprova indenização sobre o 13º de servidores públicos

A Assembleia Legislativa aprovou, com 50 votos favoráveis e nenhum contrário, o projeto de lei complementar 280/20, de autoria do governo do Estado, que altera o estatuto dos servidores públicos e permite que a gratificação natalina (13º) de 2020 seja atualizada monetariamente até a data do efetivo pagamento de cada parcela. Em outras palavras, trata da indenização aos servidores em função do pagamento não ser feito na data prevista na lei. Fonte: Correio do Povo

Jogadores do PSG e Istanbul Basaksehir deixam jogo após acusação de racismo

Jogadores do PSG e do Istanbul Basaksehir protagonizaram um momento histórico no Parque dos Príncipes, nesta terça-feira, em partida da Liga dos Campeões. As duas equipes deixaram o gramado no primeiro tempo após uma ofensa racista do quarto árbitro romeno Sebastian Colţescu contra o camaronês Pierre Webó, ex-atacante e membro da comissão técnica da equipe turca. Após duas horas de suspensão, a Uefa anunciou que o jogo será disputado na quarta-feira, às 14h55 (de Brasília), com uma nova equipe de arbitragem. Fonte: G1

Produção e apresentação: Júlio César Lenhard.
Próxima edição: hoje, ao meio-dia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui